quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Experiências Espirituais em Sintonia com a Chama Amarela


            Percebo que as pessoas tem muitas expectativas sobre a vida espiritual e muitas delas se afastam do caminho porque ficam imaginando que vida espiritual significa ver espíritos, participar de manifestações e fenômenos estranhos, o que não acontece todos os dias e assusta muita gente.
            Vejo que tem muita fantasia e romance no que se refere a mediunidade, o que acaba causando decepções. Pois quando as pessoas esperam um milagre e esse milagre não acontece, pode-se questionar a validade de se dedicar às orações, às praticas de meditação e à percepção mediúnica.
            Sempre explico que mediunidade é uma sensibilidade a mais que algumas pessoas tem, algo que nasceu com elas e que pode se manifestar ou não ao longo da vida como uma tendência, ou uma força a mais.
            Claro que pessoas muito sensíveis, muito emocionais e emotivas podem sofrer muitos abalos, perturbações e desajustes, mas também podem desenvolver os seus dons e ajudar as pessoas com palavras e energias. E para fazer tudo isso não precisam largar seus empregos, mudar de profissão nem se retirar para uma vida monástica. Ao contrario quando alguém tem um grande dom, a missão pode ser justamente influenciar seu grupo de amigos, seus colegas de trabalho, seus familiares, e essa tarefa não costuma ser fácil.
            Assim acho que precisamos desmistificar as experiências espirituais. Precisamos tornar mais leve o fardo da mediunidade. Pois vejo gente que recebe a mensagem de que precisa trabalhar a mediunidade como um fardo, uma sentença difícil de ser cumprida. E não é nada disso.
            Trabalhar a mediunidade significa se harmonizar, estudar as forças que movem o mundo oculto, e colocar seus talentos à serviço de uma força luminosa como esta fazendo minha amiga e colaboradora Maria Francisca, que vocês que participaram da Ancoragem da Chama Amarela puderam conhecer em Alpha Lux.
            Fran como é chamada pelos íntimos é uma mulher de meia idade, bonita e gentil, funcionária pública, mãe de dois rapazes. Ao longo de sua vida lutou muito para alcançar seus objetivos, trabalhou, estudou para passar num concurso importante, educou os filhos praticamente sozinha. Uma mulher de fibra, determinada e sensível ao mesmo tempo. Parecida com muitas de nós que tiveram que se sustentar e deixar a função de mãe e esposa como apenas mais uma função e não o foco de sua existência. Porque nós que estamos na casa dos 50 anos, vivemos um período de transição importante, quando a mulher teve que assumir seu lugar no mundo profissional tentando como fazemos até hoje conciliar tudo. Carreira, filhos, casamentos. Sem perder a alegria, e esperança com tantos altos e baixos.
            Foi assim que conheci a Fran, alguém que já tinha vivido muitas experiências e que agora buscava seu espaço na espiritualidade. Ela chegou em Alpha Lux buscando o amor e aprender mais sobre si mesma e sobre os mestres. Posso dizer que ela se encontrou, e que tivemos uma grande empatia que se desenvolveu numa amizade. Trabalhamos juntas em algumas sessões de vidas passadas, mas nossa convivência se aprofundou nos grupos, onde ela permitiu despontar a presença dos guias que começaram enviar mensagens, intuir poesias.  

            Hoje casada com o Nivaldo, Fran esta compartilhando com os amigos sua visão do mundo e suas mensagens e poesias. Continua se aprimorando e permitindo que sua espiritualidade se mostre como mais um dom que Deus lhe ofereceu e que cabe a ela lapidar.

            A vida é cheia de exemplos de histórias de superação, de dedicação e de aprendizado. A Chama Amarela está ligada a intuição que vem do alto, mas incentiva nossa dedicação a pratica espiritual, e aos estudos. Faça você também valer as experiências que a vida lhe trás.
            Tudo tem um motivo, tudo tem uma razão de ser. Nada é por acaso.
            Um beijo a todos e aguardem instruções para a Ancoragem da Chama Rosa que acontecerá no sábado dia 10 de março.

Maria Silvia

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Canalização - Enquanto vocês estiverem presos no ego haverá sofrimento


Gérbera Rosa por Nô Figueiredo


Nome Chave: Enquanto vocês estiverem presos no ego haverá sofrimento 
Mestre: Mestre Paolo Veronese
Data: 07/03/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas
Áudio: 
 ALPHA LUX 08 ANO 14  (mp3) - Clique aqui


Enquanto vocês estiverem presos no ego haverá sofrimento

Amados filhos, enquanto vocês estiverem presos no ego haverá sofrimento. É o ego que comanda o sofrimento humano, quando vocês se encantam com as coisas e se desencantam com elas, é o ego que se encanta que se desencanta e sofre. É preciso muita luz e muito amor para passar pela vida e compreender o que lhe acontece, os fatos que lhe sucedem sem sofrimento. Essa força que as pessoas procuram para não sofrer, não é a força do raciocínio, da palavra, não é a força dos fortes, não é a força dos campos de batalha, não é a força dos executivos poderosos que comandam o poder do dinheiro. A força é a força do coração, da profunda conexão com Deus, do profundo contato com a energia maior do Deus Pai.

Todos vocês sabem que encarnaram nesse planeta escola para aprender as suas lições, para criar entre vocês o laço da fraternidade e do amor. Todos vocês sabem que entre seus familiares existem amigos de longa data, e inimigos ferozes igualados pelo laço do nascimento carnal, igualados pelo laço do sangue neutralizados pelo amor que deve existir entre vocês. Todos vocês sabem que entre seus familiares existem seres de muita luz e seres de profunda sombra, e que o que os aproxima é o amor.

E se você está desenvolvendo o amor e se tornando um ser com maior compreensão, com maior humildade, seus corações meus filhos devem ser corações de pessoas clementes, de pessoas tranquilas, de pessoas amorosas, de pessoas caridosas e compassivas. O coração do amor ajuda a compreender os desmandos do mundo, o coração de amor é tão doce que se dissolve com as lágrimas e compreende as situações que não lhes favorece. Não procurem favorecimentos, não procurem famílias perfeitas, as famílias são como elas são, as pessoas são como elas são e a perfeição está dentro do amor do seu coração. Porque o amor do seu coração aquele que se doa é absolutamente perfeito.

O amor do seu coração não precisa de acertos ou correções. Para curar o amor basta amar, para fortalecer o amor basta perdoar, para enriquecer o amor basta ofertar, para espalhar o amor basta amar. Esta é a força que vocês precisam, quando em suas orações vocês pedem a Deus força compreendam que essa força é o amor. O amor é a sustentação para muitos poderes espirituais, existe uma diferença enorme entre a luz e a sombra num universo próximo do mundo material. Muitos seres desenvolvem técnicas e se aprimoram em poderes paranormais, e quando esses poderes servem ao ego estão naturalmente conectados as sombras, mas quando esses poderes servem ao amor com o sentido da subserviência, com o sentido da entrega ao Divino, como uma oferta, como um serviço, então, esses poderes se tornam poderes Divinos e Deus Pai amoroso passa a agir através de vocês.

E essa ação do Divino através de vocês que acelera os seus karmas, vocês estão onde tem que estar, vivem da forma que devem viver. Ali está o lapidar das suas personalidades, ali está o quebrar do seu ego, ali está a sua possibilidade ascensão, transformação e aperfeiçoamento no amor. As pessoas, as famílias é o seu buril, porque você é o diamante de Deus. Você é o amor de Deus, por isso vocês estão exatamente onde devem estar, com as pessoas que devem estar. E a libertação de qualquer situação difícil se dará através do amor, quando você ama a si mesmo, quando você consegue olhar o próximo, aquele que lhe incomoda com compaixão, com tranquilidade, com respeito, você está muito próximo da sua libertação. A liberdade que vem do amor.

Vocês não precisam viver juntos para amar alguém, vocês não precisam estar separados para se curar de alguém. Quando o amor se manifesta no seu coração, essa força imensa, poderosa conectada ao Pai organiza a sua vida, organiza as suas histórias, os seus relacionamentos, lhe traz paz contentamento e felicidade. Em sintonia com a Chama Rosa, Eu sou Paulo e ofereço a vocês o meu aprendizado no amor. Amor em nome de submissão, redenção, reverência a vontade Divina. Que Deus atue na sua maravilhosa energia de amor em cada um de vocês, que nesse momento a energia da Chama Rosa a qual eu pertenço e amo, se manifeste na vida de cada um de vocês. Sejam grandes no amor, rendidos ao amor e livres no amor.

Que assim seja, tenham paz.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ancorando os Raios em sua Casa

Trabalho de Ancoragem dos Raios

            Este ano trouxe a sintonia do compartilhar com as pessoas coisas lindas que venho recebendo ao longo da minha vida. O primeiro impulso foi investir tempo, energia, boa vontade e trabalho neste blog para torná-lo realmente um canal de luz.
            Vejam bem que isso é um grande desafio, já que não sou uma pessoa que lida bem com a informática, aliás ao contrario. Para seguir com os compromissos com essa mídia tenho constantemente pedido ajuda das pessoas próximas. O que só me comprova que sempre precisamos uns dos outros. Afinal de que adiantam nossos talentos se não compartilhamos?
            Esta semana em sintonia com a Chama Amarela, mais uma vez a colaboração de um grupo de pessoas foi fundamental. Em especial agradeço a participação do Edson Aquino que nos brindou com sua linda música, agradeço também ao Diogo Guedes, a Maria Francisca, ao Teruo, a Nô Figueiredo e suas flores, e a querida Nazaré de Maria que está preparando os vídeos que logo mais estarão no blog.
            Nunca quis fazer as coisas sozinha, sempre acreditei na força do grupo, na interdependência, e desde que os cursos tomaram força tem ficado mais claro a importância de unir forças, de ajudar as pessoas, e de dar assistência a aqueles que estão fisicamente distantes, mas na mesma sintonia.
            Neste primeiro vídeo dou explicações sobre como se conduzir neste trabalho de ancoragem das Chamas.

Vamos aos passos importantes:

o   Limpe fisicamente sua casa, faça defumações, prepare sprays de limpeza.
o   Tome pelo menos três dias seguidos antes da Ancoragem dos raios banhos de ervas.
o   Faça meditação e oração diariamente.
o   Leia o capítulo referente a Chama do mês.
o   Ouça as canalizações que estão acontecendo em Alpha Lux todas as semanas. Normalmente tem acontecido de recebermos mensagens na sintonia dos ensinamentos daquele mês.
o   Arrume na sua casa um canto para o seu altar, coloque flores e direcione um cuidado especial para lá.
o   Prepare a energia do local no dia escolhido para o ritual de ancoragem da Chama, que poderá ser o mesmo dia em que fizermos aqui em SP, ou um outro dia de acordo com sua escolha. Neste dia você oferece no altar: flores plantadas na terra, incenso, acende uma vela para seu anjo da guarda, coloca um cálice com água. (Saudamos assim os 4 elementos). Você também pode oferecer uma comida especial.
o   Coloque uma musica de fundo para ajudar na meditação. Vamos sempre colocar no blog referencias para você conseguir mantras e músicas especiais que usamos aqui.
o   Tenha um caderno em mãos. Finalmente sente-se no seu altar, respire profundamente, ouça a musica, medite e peça luz, faça orações. Observe se vem ideias em sua mente, lembranças, pensamentos. Coloque a data  e anote tudo. Pode ser que sejam apenas recordações, lembranças, não importa. Apenas anote as ideias que vierem em suas mentes. O que interessa é a sua conexão em pensar coisas positivas, e pedir pelo bem de todos. Depois, guarde esse material com você, para uma futura reflexão. Você pode também na sequência ouvir um dos áudios do meu blog e observar a conexão. Guarde essa energia em seu coração e feche o ritual com mais orações.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Canalização - Para vocês se conectarem com Deus


Nome Chave: Para vocês se conectarem com Deus
Mestre: Mestra Rowena
Data: 29/02/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas
Áudio: 
ALPHALUX 07 ANO 14 (mp3) - Clique aqui



 Para vocês se conectarem com Deus

Amados filhos, para vocês se conectarem com Deus, para você estar com Deus, você precisa ficar bem consigo mesmo. Você com você. Você no seu mundo.
 Se você tem um mundo de escuridão, de pesadelos, de mágoas, de dores, como pode esperar ser feliz?
Você deve se limpar, você deve se ocupar da sua energia, se ocupar de limpar os seus pensamentos, suas atitudes, usar a sua força, toda a energia vital que você tem para se purificar, para se limpar, para se transformar.
O seu corpo físico é o templo de Deus e assim ele deve ser tratado e utilizado como um maravilhoso instrumento.
Se vocês têm duas pernas é para andar, caminhar, se exercitar. Se vocês têm dois braços é para usar, trabalhar com as mãos, para servir, para ajudar, para apoiar os outros. Se vocês têm uma cabeça com todas as capacidades mentais, o cérebro, a inteligência, o pensamento é para aproveitar toda essa potencialidade e se dedicar a coisas que elevem a sua consciência. Se vocês têm olhos é para abrir e olhar o mundo, olhar de verdade, não apenas o pequeno mundo, não apenas as pessoas que estão à sua frente ou as situações que perturbam você no seu contato imediato.
Dois olhos para ver o mundo, para olhar as praias, as montanhas, as pessoas, as estórias. Se vocês têm ouvidos é para que se mantenham alertas a todo o que acontece.
Nós vemos muitas pessoas sofrerem, porque se fecham, porque ficam perdidas no seu mundo mental, porque ficam perdidas no seu completo pensamento. Para alguém encontrar a realização e a felicidade essa pessoa tem que se abrir ao mundo e também saber encontrar em si mesmo, no seu coração as referencias do amor.
Olhos bons para ver o mundo bom. Ouvidos bons para se sintonizar em ambientes de vibração elevada. Braços para saber se colocar, servir, amparar e ajudar; varrer o chão quando necessário. Pernas para caminhar para fazer com que vocês saiam do lugar comum e encontrem o seu verdadeiro lugar.
O corpo é a morada do espírito e é aquele que proporciona a voz, a palavra da sua alma.
Trabalhem, estejam no mundo; não pertençam a ele, mas saibam passear por ele, saibam colocar a sua energia a serviço do amor, a serviço do seu amor.
Cuide de você, ame você, porque somente através desse profundo contato de amor interior é que você será capaz de ter bons olhos, amar ao próximo, ver Deus no outro e ver Deus em você.
Eu Sou Mestra Rowena e trabalho em sintonia com a Chama Rosa, a Chama do amor tão necessário para que vocês despertem profundo amor que está em vocês.
O amor está em cada pessoa, em cada ambiente e em cada situação, só que em alguns momentos ele está tão adormecido, tão distanciado da consciência que o que aparece, o que se mostra um profundo sofrimento.
Neste momento Estamos cuidando de trazer para vocês a vibração do amor, a cura através do amor.
Recebam.

Canalização - O diálogo com Deus


Nome Chave: O diálogo com Deus 
Mestre: Mestra Clara
Data: 22/02/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas
Áudio: 
ALPHA LUX 06 ANO 14 (mp3) - Clique aqui




O diálogo com Deus



O diálogo com Deus acontece no silencio. O diálogo com Deus acontece nos olhos calmos que vêem a paisagem, que observa as pessoas e as suas atitudes com amor.
Eu chamo a Chama da Sabedoria também como a Chama do Amor, porque não há saber sem amor.
O Homem desenvolveu na Terra o desejo de ganhar diplomas e títulos, mas junto com seu corpo físico, esses atestados de saber se desfazem na terra e perdem completamente o seu significado. O único saber que realmente vale é aquele que engrandece a alma, que faz crescer a compreensão, que enche o seu coração de amor e compaixão.
Nós vemos muitas pessoas letradas, estudadas, com concursos e diplomas que não sabem amar, que não sabem perdoar, que não sabem compreender ou se colocar no lugar do próximo e então lhes perguntamos: De que valem os diplomas se não conferem amor, uma vida mais tranqüila, uma condição mais feliz? De que valem os rótulos, os títulos se não trazem para você a paz de espírito e o amor?
Alguns padecem por ambição. Não existe um pobre que não mereça a pobreza e não existe um rico que não mereça a riqueza. Ainda que o valor do dinheiro possa ser diferente para cada uma das pessoas que o ambiciona, o rico pode ser infeliz e o pobre também. O rico pode ser harmonizado com sua riqueza e o pobre com a sua pobreza.
Não transfiram os grilhões da consciência para os grilhões dos diplomas e causas.
Quando vocês se libertam na sua consciência, se libertam das causas e das intempéries do destino. Quando vocês se libertam do julgamento, se libertam das intempéries do karma.
Quantos de vocês são cruéis com seus semelhantes. Há duas formas de olhar as pessoas. Você pode olhar seu vizinho, seu amigo, seu irmão, seu colega, se comparando a ele e essa é a visão mais comum que as pessoas têm. Elas olham o filho, o irmão, o amigo e falam para si mesmas: “Nossa, como fulano é fraco, como fulano é orgulhoso, mal educado...” e no seu íntimo elas pensam: “Quando eu fiz isso... quando eu vivi isso... quando eu atravessei desafios semelhantes eu venci... Essa pessoa também pode... Crie força, porque essa pessoa não cria força?” E quando assim ela faz, está sendo terrivelmente cruel, porque ela não sabe da força do outro, do desafio do outro e da capacidade do outro.
As pessoas se comparam e se julgam pelas semelhanças, porque não têm consciência das diferenças que cada uma delas carrega consigo.
Nos olhos espirituais, na visão mais elevada Nós olhamos as pessoas e pensamos assim: “Pai, Eu que tenho tanto, que Sou tão abençoado com amor, com saúde espiritual, com compreensão, olho para esse irmão que ainda está vagando na ignorância, na ambição, no orgulho, na vaidade, nas paixões e desejo que ele tenha sorte, que ele tenha luz, muita luz”.
Vocês se medem por aquilo que não tem e agradecem pouco por aquilo que tem.
O poder da gratidão está associado à profunda sabedoria que reside no coração de cada um de vocês.
Vocês são almas que já lutaram e já venceram muitas etapas da caminhada espiritual, mas cada um sabe do seu rombo, do seu mal feito, das suas dores, do seu lado escuro. Aí sim podem exigir e cobrar de si mesmos, não num processo de autodestruição, mas num caminho de profundo amor, dando força ao seu bem, potencializando a sua luz, se comprometendo com a sua transformação. E os outros... Deixem os outros, porque se você for capaz de mudar você mesmo, você é capaz de mudar todo o mundo à sua volta.
Em sintonia com profundo amor da Chama Amarela, Eu Sou Clara e derramo sobre vocês margaridas amarelas, girassóis e rosas no sentimento de profundo amor.
Amem, amem e amem...
A luz está em vocês; potencializem aquilo que de melhor há no seu ser, porque fazendo isso a luz estará sempre em você e ao seu redor.
Sigam em paz!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Impulsos Misteriosos



            Este inicio de ano está cheio de forças, e de impulsos misteriosos para fazer as coisas acontecerem, o que acho ótimo. E mesmo enfrentando alguns desafios, sei que se tivermos o pensamento focado no bem, as coisas acabam se encaminhando e dando certo.
            Esta semana estou me preparando para a Ancoragem da Chama Amarela que acontecerá no próximo Sábado dia 11 de fevereiro em Alpha Lux, a partir das 13:30hs. E desde que iniciamos o ritual de ancoragem dos 12 raios com a Chama Azul muita coisa aconteceu, até um raio caiu estragando nosso interfone. Agora virou historinha e até me faz sorrir, mas na hora foi um grande susto.
            Como vocês sabem os mestres tem uma energia linda, expansiva, generosa, mas isso não significa que não apareçam situações bem desafiadoras, pessoas complicadas, situações de desgaste, mas aprendi com eles, que é preciso persistência, determinação e ao mesmo tempo uma boa dose de flexibilidade, paciência e amor para a vida dar certo e seguirmos vencendo nossos karmas. Acho que você concorda que não estamos aqui tentando praticar os ensinamentos espirituais elevados desses seres de luz para nos stressar, brigar com as pessoas, ficar com raiva. Ao contrario estamos aqui para praticar aquilo que já sabemos ser correto e nos aprimorarmos nesse caminho da ascensão.
            Há alguns dias venho recebendo fortes intuições da necessidade de reunir vários grupos que ancorem a energia dos mestres, que compartilhem experiências, troquem informações, mas isso não é muito fácil, porque as pessoas estão espalhadas, cada um na sua cidade, com seus compromissos e nem sempre com tempo para se dedicar. Claro que se desejamos alcançar algum resultado sabemos que vamos precisar nos esforçar e nos dedicar. Inclusive precisamos desmistificar o peso do sacrifício, e apenas fazer a nossa parte. Assim seguindo um impulso postei no Facebook um convite para aqueles que estão interessados neste trabalho, ainda que seja a distancia. Minha intenção é encontrar facilitadores, pessoas que tenham disponibilidade, um local para receber amigos, e um coração aberto.
            Vivemos um tempo que as pessoas tem muito medo do compromisso. E esse medo de assumir compromissos atrapalha tudo, desde a felicidade num relacionamento, ou concluir um curso superior sempre adiado, ou ainda meditar, fazer uma dieta... É impressionante como as pessoas tem medo de se dedicar, de se comprometer, mas sem fazer isso, como esperar resultados felizes?
            Assim estamos iniciando uma empreitada para montar pontos de luz, na energia da Fraternidade Branca por esse mundo afora. Se você quer participar desta empreitada, e se comprometer com este movimento de viver os ensinamentos espirituais dos mestres ascensos, aguarde novas instruções que enviarei em breve.
            A principio usarei este blog para passar os direcionamentos.
            Fica a primeira sugestão: Ler o livro “Os Doze Raios e a expansão da consciência”publicado pela Madras editora. Quem já leu, recomece a leitura, com o compromisso de ler apenas um capitulo por dia, quando chegar na hora das explicações das Chamas. Alem de pedir inspirações sobre como levar esses ensinamentos para a vida pratica.

No caso de duvidas, intuições, sugestões usem o blog, Facebook, e mail deixando comentários. Pois as vezes algo que tocou você também chamou a atenção de outras pessoas e o obejtivo é a gente se ajudar.

Para aqueles que estão em São Paulo o convite é vir participar do nosso grupo, pois a vibração estará muito fortemente centrada em Alpha Lux. Como se trata de um trabalho energético, estar presente tem a força de uma iniciação.
Sempre procuramos favorecer aqueles que precisam inclusive oferecendo bolsas.

Reservas e esclarecimento de dúvidas: 3673.4824

Aguado vocês,

Grande beijo da MS
            

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Canalização - Se a Terra pudesse falar


Nome Chave: Se a Terra pudesse falar 
Mestre: Mestre Kuthumi
Data: 16/02/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas
Áudio: 
ALPHA LUX 05 ANO 14  (mp3) - Clique aqui

Se a Terra pudesse falar


Hoje vou contar para vocês um pouco da Minha caminhada e Eu gostaria que a terra pudesse falar; que ela não fosse apenas fagulhas que carreguei sob os meus pés quando fui um homem como vocês, porque a terra recebeu muito do Meu suor, do Meu desespero, das Minhas lágrimas e até do Meu sangue e quantas estórias a terra tem para contar... Quantas vidas ela viu de Nós que encarnamos e voltamos e caminhamos para o céu sem ascensão e voltamos para cá, igualados pelo mundo da matéria para viver, cada um, a sua experiência.
Vocês sabem, não é Meus filhos, que aqui, entre vocês, entre vocês e seus colegas de trabalho, seus familiares e até no sangue do seu sangue, no seu pai, na sua mãe, existe uma grande miscigenação, porque as almas que convivem com vocês não estão todas niveladas, não fazem parte do mesmo nível. Espíritos às vezes muito evoluídos têm que trilhar um caminho na Terra junto com almas sem nenhuma compreensão, sem nenhuma evolução.
Às vezes é o teste do filho que nasce do sêmen de um pai que não tinha amor e o aprendizado tão grande para esse filho é o de saber perdoar.
Às vezes acontece de dois inimigos, espíritos, almas acirradas que já se combateram em tantas vidas e agora nascem como irmãos para desenvolver o afeto, desenvolver mais uma vez o perdão e nesse ponto vocês hão de convir comigo, como é boa a escuridão, como é uma bênção o esquecimento e como a terra é sábia em recolher as Nossas energias e nada Nos contar de Nós mesmos.
Como é sábio esse Deus que Nos ajuda a lembrar das coisas quando temos capacidade e que há muitos, muitos permite esquecer, porque não têm luz.
O que faria com sabedoria um Homem malvado? Talvez usasse contra ele mesmo as forças do seu poder.
O mundo na Terra não é um mundo de trevas, mas é um planeta onde existem profundos aprendizados, onde espíritos de diferentes orbes se igualam no uniforme da matéria, na convivência, cada um cumprindo a sua tarefa de auto-elevação.
Vocês não pertencem às suas famílias; eles são irmãos na caminhada. Vocês não pertencem ao seu marido ou sua esposa; não se deixem iludir com os relacionamentos. Vocês mais uma vez são irmãos na caminhada e estão juntos para que cada um descubra a força do seu Eu Divino, da sua luz e se fizerem isso juntos, terão a companhia e o suporte um do outro, mas é preciso sempre se lembrar de que você deve sempre trabalhar a sua luz e sua alegria.

Eu nasci, nessa existência que Me propus contar a vocês, como nobre, então Eu tive a mais elevada educação. Preceptores, mentores, orientadores que davam aulas para a elite. Os príncipes, as princesas, os demais nobres, os filhos dos políticos importantes; uma nata que somava na Minha época menos de quinze crianças que depois foram separadas, porque as mulheres naquela época não estudavam com os meninos, apenas em tenra idade e ficamos lá em cinco; cinco meninos. Entre Nós estava o Rei, o futuro Rei, o príncipe herdeiro e desde criança Eu nutri um profundo afeto por ele e ele por Mim. Éramos irmãos de alma.
Dávamos-nos tão bem que ele não precisava falar comigo e Eu não precisava falar com ele. Na tenra idade isso foi muito feliz para Nós dois, porque brincávamos, jogávamos, brigávamos de igual para igual.
Na adolescência, quando ele começou a ser tirado desse convívio para ter aulas individuais com outros professores escolhidos, Nós dois sofremos muito, porque fomos separados. Ele foi por um caminho e Eu fui por outro. Ainda assim havia amor e uma união muito grande e foi por isso que quando ele assumiu a sua função e príncipe herdeiro, me colocou como seu primeiro ministro. Uma grande honra, se dúvida uma grande honra.
Quando Eu fui para esse cargo, para essa função, imediatamente todos os olhos voltaram-se para mim. As pessoas imaginavam isso, esperavam isso e sabiam da nossa amizade, mas elas não desejavam isso, porque muitos daqueles outros rapazes desse grupo seleto e de outros grupos que vieram depois, irmãos mais jovens do príncipe, inclusive.
O Meu lugar era muito, muito cobiçado. Então Eu sofri, Eu adoeci. Muitas vezes Eu ia para a Minha função com fortíssimas dores de cabeça e ao Meu lado estavam homens com a idade do Meu pai, dos Meus irmãos mais velhos, dos Meus tios que agora, quando Eu passava por eles, tinham que se abaixar para Mim.
Eu não era o príncipe herdeiro, mas Eu era o Primeiro Ministro e daí começou a grande dificuldade na Minha vida, porque as pessoas não falavam tudo para Mim. Eu passei a sentir que as pessoas mentiam para Mim; que o silencio respeitoso escondia raivas e ranger de dentes; que as mulheres lindas dançando para Mim, oferecendo as suas belezas e seus favores não Me queriam, mas ao dinheiro, à posição e o prestigio que o Meu nome poderia oferecer a alguém.
Eu olhava para o príncipe herdeiro e pensava: “Meu Deus, ele não passa por isso!”, porque a função dele já é solitária e aquilo que já definido pra vida dele está definido.
Ele não precisa escolher esposa, ele não precisa definir a sua rota pessoal e ele não precisa diretamente lidar com nenhum desses abutres que eram o Chefe de Estado, os Cavaleiros, os guerreiros e os outros nobres.
Eu sim, Me sentia jogado num vespeiro, porque o tempo inteiro Eu tinha que buscar informações desses homens, dessas situações, desses conchavos políticos e levar ao Rei.
Eu vivi na pele, na mente, no coração, no corpo, na alma o caminho do meio, porque para aqueles que estavam à Minha volta, Eu tinha poder. Para eles Eu podia dizer sim, Eu podia dizer não. Eu podia definir uma estratégia. Eu podia aceitar um complô político que mostrava que aquele fato era o certo e Eu podia acabar com alguma coisa muito importante, dizendo um: “Não!”
As pessoas Me viam como um grande poder e o Meu Rei Me via como subordinado fiel que não podia errar, que não podia vacilar, que não podia mentir e às vezes ele rugia lá do alto do seu trono, porque ele sabia de todas as situações complicadas do palácio e dos conflitos políticos e Eu tinha que filtrar tudo isso para levar aos subordinados, às outras pessoas a mensagem do Rei como algo positivo, próspero, bom... E nem sempre o bom era bom e Eu não podia mentir.
Foi um cargo, uma função que exigiu de Mim extrema habilidade política e ali Eu aprendi um grande princípio que Eu carreguei comigo e Me ajudou demais no Meu caminho espiritual e na Minha ascensão: Nem tudo é pessoal.
Eu aprendi a não carregar pra dentro de Mim as coisas que as pessoas falavam, as coisas que as pessoas diziam, os seus medos, as suas estratégias, a suas políticas, as suas maldades.
Eu aprendi a olhar para as coisas e silenciar, não apenas na palavra, mas no profundo espaço que Eu criei no Meu coração, porque falar o tempo todo era algo extremamente negativo; Eu podia me comprometer. O silencio me fez aprender a ouvir, a falar as palavras corretas no momento correto.
Foi através desse silencio que Me tornei um estrategista, mas Eu vivia com ‘saias justas’. Era muito difícil a Minha posição e ele acreditava em Mim como um irmão, como um parceiro, como um amigo.
As pessoas precisavam de Mim e como foi difícil colocar para elas quem Eu era. Como foi difícil conquistar delas o respeito.
Eu queria ser amado, Eu queria ser respeitado, Eu tinha as Minhas carências, mas naquele tempo e naquela vida Eu não pude viver a Minha carência.
Eu tive que ser forte, um guerreiro sem armas, um guerreiro que não buscava o benefício pessoal, porque muitas vezes Eu tive que abrir de Mim mesmo Meu querer e pedir muito a Deus que Me trouxesse sabedoria para agir não na Minha vontade, mas naquilo que faria bem a todos.
As pessoas que Me olhavam como homem poderoso e não nutriam por Mim respeito ou amor não poderiam Me chamar de déspota, porque nunca fiz isso; Eu não impunha a Minha vontade.
Eu não fiz feliz a todos, porque as pessoas (também aprendi essa lição) só se sentem felizes quando Nós as agradamos e Eu não pude agradar a todos o tempo todo.
Foram grandes aprendizados de distanciamento, de unidade com Deus e com o Meu compromisso de relevar a convivência com o próximo para viver no caminho do meio, na vida reta.
Hoje Eu vejo que o Meu aprendizado de tantos anos atrás é igual a muitos de vocês que são executivos, que trabalham com pessoas, que convivem com pessoas, que são funcionários e têm acima de vocês um chefe e abaixo de vocês, ao lado pessoas desejosas de que seus intentos e vontades sejam atendidos, porque assim é o mundo: Você presta serviço a alguém e pessoas prestam serviço a você e ao mesmo tempo que na ilusão de Maya você pertence completamente a esse mundo, na sua função de pai, de irmão, de filho, de funcionário, de chefe de família, de colega de trabalho, você não deve pertencer a esse mundo; você deve pertencer a você mesmo.
Filhos não pertençam, também, aos seus romances, aos seus maridos ou a suas esposas. Pertençam a vocês mesmos, porque todas as vezes que você colocar o seu poder nas mãos de uma outra pessoa, você fará a ambos infelizes. Volte-se ao seu interior.
Nessa vida, com tantos desafios Eu tive que rezar muito e Me recolher muito. Eu não era um Buda, Eu não era um monge e nem tinha isso direito, porque o Rei decidiu me casar não apenas com uma mulher, mas com três, porque ele achava que Eu tinha que experimentar os prazeres e as obrigações como ele, porque ele também tinha três esposas.
Vocês imaginam que de três esposas tinha mais de dez filhos e isso era uma grande demanda, muitas mulheres Me pedindo coisas, muitos filhos Me exigindo coisas, muito trabalho Me cobrando coisas.
O tempo inteiro Eu era exigido e isso fez com que Eu desenvolvesse a necessidade da meditação, a necessidade do recolhimento e da oração, porque a vida Me testou de todos os lados para que Eu não fosse dono de Mim mesmo.
Eu era do mundo, Eu era dos Meus compromissos, Eu era do Meu reino, era do Meu Rei, Eu era fruto do Meu poder.
Isso foi a Minha vida inteira e exigiu de Mim esse profundo mergulho dentro do Meu Eu.
Assim Eu digo a vocês: “A ascensão é um processo, um caminho de mergulho interior e de pertencer a si mesmos”.

Eu Sou Mestre Kutumi e essa foi uma de Minhas vidas como nobre. Eu tive muitas vidas como nobre, porque havia uma necessidade muito grande da Minha alma em aprender a servir.
Enganam-se vocês que pensam que os humildes servidores são aqueles pobres, de pés descalços e roupas roídas que varrem o chão.
O humilde servidor deve ser aquele que carrega uma coroa, um cedro e as responsabilidades que esse cargo impõe: Servir à vontade superior, se equilibrar com o poder que lhe é dado, porque tudo que lhe é dado é um aprendizado.
 A Minha escolha, porque sempre temos escolhas, Meus filhos, foi a busca do caminho interior e da conexão com o Meu Eu Sou.
Eu precisei tanto desse Meu Eu Sou, Eu precisei tanto de Mim mesmo que Eu encontrei essa luz no Meu coração.
Digo a vocês que o caminho do meio, além de ser o caminho correto do equilíbrio, do bom senso e da sabedoria, é o caminho do amor e é o caminho necessário, porque se não mergulharmos em nós mesmos, o mundo Nos absorve.
Aquele que quer esse caminho está com Deus!

Essa é a Minha lição da Chama Amarela.
A Minha estória sei que é familiar a muitos de vocês, porque vocês vivem o mesmo desafio de se manter centrado, sendo vocês quem são e não pertencendo ao mundo que lhes rouba o tempo todo.
Recebam Nossas bênçãos e luz e caminhem pelo meio salvos do ego, da vaidade, do orgulho, da pretensão, da necessidade e carência do amor e das exigências do mundo.
O Eu Sou é livre!
Tenham e sigam em paz.