sábado, 28 de novembro de 2015

Mestra Rowena - Escolha dos Caminhos



 Áudio

Meditação - Palácio de Rowena

Meus amados, nem sempre os caminhos precisam ser escolhidos.

Às vezes, o que nos sobra é caminhar por onde estamos de acordo com as necessidades. Os caminhos não são escolhidos – as necessidades nos escolhem.


No caminho espiritual, as pessoas levam anos estudando nos livros, aprimorando o conhecimento, e se perdendo nas palavras, e nas atitudes.


Está na hora de vocês mudarem tudo isso. Está na hora de praticar a oração. Está na hora de não se esconder atrás de palavras, de imagens bonitas, ou de apelos que vocês não praticam.


Chegou o tempo de fazer o bem onde você está. É o momento de ser o Ser espiritual – que já estudou tantas coisas – na sua casa, com os seus filhos, com os seus irmãos, com os seus pais, com os seus amigos. De nada há de lhe fazer bem, conhecer tantas coisas e praticar tão pouco.


O conhecimento e a prática devem andar de mãos dadas. O Conhecimento é um braço do homem e a Prática é o outro. E ambos devem ser usados para ajudar e servir.


Vocês não devem ser uma pessoa; quando estão num grupo espiritualista. E outra; quando estão no seu trabalho, na sua casa, com os seus parentes. Vocês são Um só. E devem ser um único Ser.


Muitos de você passaram e estão passando por grandes transformações: momentos de mudança, momento de reavaliação do caminho, momento de mudança de amigos, de hábitos, de padrão financeiro... Muitas mudanças.


Mas, essas mudanças vieram até vocês. Vocês caminharam até o lugar dessa mudança; e ela veio até vocês. Para que vocês se transformem, para que vocês mudem a forma de agir, de pensar. E é natural que aí mudem as amizades, os hábitos.


Por isso, permitam que as pessoas vão embora de suas vidas. Não queiram segurar os amigos para sempre. Não queiram segurar os familiares para sempre.


A grande família é a do espírito. A grande família é aquela que é unida pelo amor – pelos mesmos ideais, pelos mesmos sonhos... Pelas palavras que se completam.


A outra família – a família do plano físico – deve ser honrada, cuidada e amparada, porque está no seu caminho. Não é o acaso.


Essas pessoas estão na sua vida como uma oportunidade de limpar o seu karma e transformar ações negativas em paciência, em virtude, em colaboração e em amor.


Enquanto você viver com a sua família, você deve a eles o respeito, a gratidão. E deve a eles oferecer paz, assim como você deve oferecer paz a si mesmo.


Viver com as pessoas não se resume a estar no mesmo solo, nem debaixo do mesmo teto. Você pode morar a quilômetros de distância e viver com eles no seu pensamento. E á eles, diariamente, deve oferecer a paz, a paciência, a tolerância, a compreensão e o amor.


Porque, são eles que estão no seu caminho. São eles que estão puxando você para o seu desenvolvimento, aprimoramento, crescimento e amor. São essas pessoas que exigem de você. E que lhe dão o impulso do crescimento.


Meus amados. Esta vida, neste plano de consciência, traz a vocês a grande – única – oportunidade de evolução.


Sejam a luz nos seus dias. Manifestem o amor em suas vidas. E pratiquem tudo aquilo que vocês já sabem.


A serviço da Fraternidade Branca, Eu Sou Mestra Rowena. E venho em nome da energia do Amor, dizer que amo vocês... Que estou trabalhando caprichosamente no coração de cada um nesse momento. Tocando com amor, tirando as dores e ajudando na sua evolução.


Reconheço o seu Bem. Reconheço o seu Amor. Reconheço o seu Poder.


Somos todos Um. Um único Ser em evolução. Um único Ser em crescimento.


E cada pensamento, cada palavra, cada toque da nossa energia em vocês, ajuda a despertar a potencialidade do amor.


Lembrem-se amados, vocês não escolhem os caminhos. Os caminhos escolhem vocês. E aonde vier... Onde você tiver que pisar, ali será o lugar onde você vai deixar a pegada do amor – o rastro do amor, o perfume do amor.


Recebam as minhas bênçãos, a minha luz e o meu amor. Sigam em paz.
_____________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br 
Data: 25/11/2015
Canal: Maria Silvia P. Orlovas

*O texto de transcrição do áudio foi levemente editado para uma melhor leitura.


sábado, 21 de novembro de 2015

Arcanjo Rafael - Não existem dois poderes



 Áudio

Meus amados, não existem dois poderes.
O Mundo, o Universo é feito de um único poder. E esse poder é o Poder Divino – é a Criação.

Em alguns momentos da evolução humana, você pode pensar que o homem está aqui por conta própria, solto ao seu próprio destino. Fazendo as bobagens ou desenvolvendo as certezas por si mesmo. Mas isso não é real. Em tudo há um grande movimento. Em todas as situações existe o karma – a Lei da grande ação – que está atrás, no meio e na frente.

As pessoas que morrem nos desastres – assim está marcado na linha do destino. Todos vocês que estão nessa sala, todos vocês que ouvem esta mensagem, um dia irão morrer.

E a morte não é um castigo. A morte é uma consequência da vida, e absolutamente Natural. Alguns podem dizer, “mas, uns morrem pela morte natural, outros por guerras, por agressões, ou pela força de desastres da Natureza”. Assim o é, porque o karma daquela pessoa, o levou, o trouxe, e o colocou exatamente naquele momento. Porque, o karma daquelas famílias, esteve ligado exatamente àquele lugar, àquele ambiente e aqueles fatos.

Mas, não é por isso que nós não temos amor. Todo o plano sutil se encarrega da evolução da Terra. Mas, a Terra não evolui apenas no plano físico, há um processo de transformação de idéias, de pensamentos, de ideais, de sonhos e de vibração no plano sutil.

Todas as cidades que existem no plano sutil, todos os grupos que existem no plano sutil, todas as Colônias – de Estudos de Ciência, de Amor, de Felicidade, de Relacionamentos – que existem no plano sutil, para todas as faixas etárias, para todas as faixas de compreensão: todos estão em profunda mudança.

Quando o Mundo muda na Terra, o mundo está mudando no Plano Espiritual, o mundo está mudando em outros níveis de consciência que vocês não acessam. A Terra muda em todos os níveis do seu Ser.

Então, nesses ambientes, estão sendo revistas: Leis. Estão sendo revistas: Atitudes. Porque, não pensem vocês, que um espírito que desencarna aqui na Terra com determinada frequência vibratória – pensamentos, atitudes e ações – será colocado no mesmo lugar, ou no lugar ao lado de um outro espírito evoluído. Não é assim.

Cada pessoa vai para o seu lugar: para o seu nível de consciência, para o seu nível de vibração. E quando a Terra muda, esses espíritos estão sendo convidados a mudar. Estão sendo convidados a evoluir.

Muitos que morreram nos desastres naturais provocaram mortes em vidas passadas, com muitas agressões. E era o momento de acontecer um desencarne sob o qual eles não tinham nenhum controle. Aqueles que morreram em atos de violência, com certeza traziam dentro de si sentimentos igualmente irados.

Não é apenas a Lei da Causa e Efeito que age nas pessoas e na sua hora de morrer. É a Lei da Causa e Efeito que age também, na hora de desencarnar. Colocando essas almas para aprender e evoluir.

Estamos fazendo um trabalho muito profundo, com os professores, os médicos – as almas que cuidam da evolução no Plano Espiritual.

Muitos Cientistas Espirituais estão aprendendo, estão evoluindo, no sentimento da não violência, de acolher, de ensinar e de apagar sentimentos negativos.

A Terra está mudando a sua vibração. Mas, a forma de mudar a vibração; é se deparar com o próprio mal. As vibrações negativas, elas geram o retorno dessa vibração. E é este o momento do Planeta Terra – é o momento do retorno.

Quando cada pessoa. Quando cada espírito. Quando cada comunidade, começa a rever os seus pensamentos... Se você revida o mal – o mal irá ferir você. Se você compreende o mal como uma força, que perde a energia em si mesma, quando você não se defende – o mal se dilui. Acreditem nisso.

Imaginem o mal como uma bola de ping-pong. Quando ela perde o impulso, quando ela perde a reação – quando você não mais reage, quando você deixa ela simplesmente solta no ar – ela perde a capacidade de se movimentar. Pela Lei da Inércia, ela se desfaz.

Então, vocês verão nos próximos anos: esse movimento de não violência, de profundo amor e compreensão, e de transformação dos desejos, acontecerem no Planeta. Por mais difícil que seja, hoje, imaginar a Terra um lugar de paz – assim será. Essa é a Ascensão Planetária.

Como se limpa uma casa? Como se reforma um lugar, sem quebrar paredes? Sem fazer sujeira? Sem causar incômodo? A reforma que a Terra vive, hoje causa incômodo aos filhos da própria Terra. Para que eles se movimentem, para que eles se transformem, para que eles digam não a violência. Para que eles assumam uma vida com outro padrão vibratório: com outra forma de agir, com outra forma de pensar.

É assim que nós estamos vendo o Mundo hoje. E é assim que nós queremos que vocês vejam o Mundo: como um lugar onde se pode ter esperança. Uma Terra onde as mortes acontecem, porque assim deve ser no ciclo natural. E a Terra e você se regeneram. Se regeneram como humanidade encarnada... E se regeneram como espíritos, quebrando as regras das religiões.

A única religião que deve prevalecer é a do Amor, a da Verdade, a da Paz, a da Não Violência.

Amados sejam. Amados, vocês são.

A serviço da Fraternidade Branca, Eu Sou Rafael. E atuo curando, as mentes, o corpo e o pensamento. E estamos atuando, na energia dos Anjos, no inconsciente coletivo. Trazendo ventos que façam a transformação dos homens que estão encarnados, para que vocês vejam a mudança que vocês já são.

Bênçãos e luz. Sigam em Paz.

_____________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br 

*O texto de transcrição do áudio foi levemente editado para uma melhor leitura.



sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Hilarion - Nunca permitam que as regras sejam maiores que o amor



 Áudio

Meus amados, nunca permitam que as regras sejam maiores que o amor.

As regras, a disciplina, existem no Mundo – existem no mundo material, existem no mundo espiritual – para organizar a vida das pessoas.

E é preciso de disciplina para se alcançar os resultados. Um homem sem disciplina, sem força de vontade, sem perseverança, não chega em nenhum lugar.

É preciso disciplina. É preciso perseverança. É preciso continuidade.

Quando algo sai errado em sua vida, você deve se perguntar: Onde errei? O que posso melhorar? Como encontro, em mim mesmo, a determinação para fazer melhor aquilo que faço?

E é preciso, o jogo de cintura, a habilidade de ver as coisas sob um outro parâmetro. Buscar a visão expandida de si mesmo. Por isso, nunca permitam, que as regras, que a disciplina, impeça o seu crescimento.

O amor está acima das regras, além das regras – expande as regras. Se existe um obstáculo na sua vida hoje... Se existe um obstáculo no seu caminho hoje, use a disciplina para superar esse obstáculo.

Persista nas suas práticas espirituais. Persista na sua oração. Persista no seu silêncio para ouvir, sentir a presença Divina com você. Mas, não se feche nas regras. Não se feche apenas no seu pensamento.

Quando vocês seguem por um caminho; e esse caminho apresenta apenas solavancos, portas, impedimentos, verdadeiros muros na sua ascensão... Questione o seu caminho.

Observe, peça a Deus que ajude você e lhe mostre alternativas. Busque outras soluções. Busque olhar do lado e encontrar outras soluções para o caminho que você quer seguir.

Você é a sua luz. Persista, persista na sua luz. Persista na busca da conexão, mas, esteja aberto para não transformar a sua persistência apenas em teimosia ofuscada da Graça de Deus.

Olhe os seus desejos. Questione os seus desejos. Aceite, igualmente, os seus fracassos. Porque, todas as situações fortalecem o seu Eu. Cada desafio deve ser usado para fortalecer o seu Eu e a sua Fé.

Cada situação deve ser usada para tornar você maior do que você é – não no ego e na vaidade do guerreiro que conquistou. Mas, na força do filho que encontrou no colo do pai –Deus– a sua morada.

Sejam fortes e determinados na sua Fé, no seu trabalho espiritual. E compreendam que, todos os desafios, servem para o seu crescimento.

Conecte: o Sentimento, o Corpo, a Luz, a Mente, em suas orações.

Cinco minutos do seu tempo, conectados profundamente com Deus, aceitando dele a sua luz, a sua benção, as suas soluções espirituais, as suas graças... Valerá mais do que de mil horas de repetições em orações de pedintes.

Se transformem. Vocês são filhos de Deus.
E o colo do Pai, está sempre disponível a aqueles que querem o seu amor, acima dos presentes que d’Ele podem ganhar.

Vocês são luz. E na luz, devem vibrar.

Eu Sou Hilarion. E trago a cura pela palavra, pela verdade, pela manifestação da sua força interior.

Venho aqui hoje, ordenado pelos Senhores da Fraternidade Branca, para operar em vocês as curas de suas crenças. E libertar cada um de vocês, para que vivam em sintonia com a Verdade.
_____________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br 

*O texto de transcrição do áudio foi levemente editado para uma melhor leitura.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Maria Padilha - Aqueles que são escolhidos são aqueles que nos escolhem



 Áudio

Aqueles que são escolhidos são aqueles que nos escolhem.

As pessoas esperam a hora certa de buscar a vida espiritual. E normalmente, a hora certa é a hora errada – é a hora em que as coisas, na vida das pessoas, não estão acontecendo como o esperado.

A maioria das pessoas encontra – ou busca – o caminho espiritual, em busca de auxílio para uma dor. É o sofrimento, é a hora errada, que se transforma na hora certa.

Nós temos dó das pessoas que vivem uma vida inteira com coisas iguais. Com situações de luxo, de grandeza do ego, e de felicidades da matéria. Essas pessoas, meus filhos, não são afortunadas. Ao contrário, muitos deles, estão vivendo nos piores emaranhados da ilusão.

Nós não somos contra a riqueza. Nem fazemos propaganda da pobreza.
Nós gostamos de observar e viver os movimentos da vida. Porque é através do movimento, das coisas que dão certo e de tantas outras que dão errado, que as pessoas encontram a sua evolução.

Uma vida sem movimento: será uma vida sem alegria, será uma vida sem aprendizado. Uma vida sem luz.

Aprendi, a duras custas – através do sofrimento – o que significava o verdadeiro amor. Foram muitos aprendizados. Foram muitas experiências, de altos e baixos. Muito sentimento de profundo abandono.

Eu conheci a face boa e a face ruim de muitas pessoas, da minha convivência.

Eu vivi na corte. E na corte, os grandes penteados, as jóias, os vestidos... Eram o meu dia-a-dia. Era por ali que eu circulava. E eram com essas pessoas que eu me identificava.

Era um mundo de jogos, de aparência, de vaidade, de sonhos e de desejos... E, ai de quem ousar dizer, que ali não existia Deus. Existia sim. No coração de muita gente, que buscava em Deus, ou na palavra Deus... Ou nos momentos de dor: o alívio, a busca.

E eram sentimentos sinceros. Porque, havia tanto desconforto externo – tantas fofocas, tantas palavras mal faladas, tantas ilusões, tantos abandonos – que, na hora que uma alma ali em aflição pedia por Deus, ela estava falando de verdade. Ela não estava acessando palavras bonitas apenas por serem palavras espirituais. Era o coração que falava... Era a alma. A dor faz isso.

Quando vocês estão passando por algum solavanco, todo o ego é quebrado. Todas as imposturas e as necessidades falsas rolam pelo chão.

O verdadeiro movimento de elevação espiritual se faz no coração puro. O verdadeiro movimento espiritual de amor se faz quando você compreende o desamor.

É preciso quebrar a casca, para se experimentar da doçura do fruto.

Eu sofri muito pelos amores humanos. Pelo desejo de um parceiro que eu não tive, pelo desejo de um filho que eu não pude ver crescer. Por situações que escaparam completamente da minha vontade.

E ali veio o meu crescimento e a minha evolução. E é por isso que hoje eu posso estar com vocês. A minha consciência permite que eu aqui esteja, porque eu desenvolvi essa possibilidade de amar além da dor.

A dor fez parte e a dor faz parte. E aqui eu estou a serviço de vocês. Não sou melhor, assim como vocês também não o são. Eu descobri, dentro da evolução espiritual, que somos todos irmãos. E que estamos aqui para evoluir e para não julgar.

Eu fui muito julgada. Eu sei a dor do julgamento. Fui ofendida, fui humilhada – e não me tornei uma pessoa pior, nem melhor por isso. E aprendi, que quando soltamos as nossas cascas, a verdadeira luz aparece de dentro de nós – a luz da compreensão.

Meus amados, eu me sinto feliz e honrada em ser chamada por vocês, porque venho aonde sou chamada. Atuo a serviço da Grande Fraternidade. A serviço da evolução de muitas almas, que precisam do meu amor e precisam da minha luz.

E em cada pessoa, que encontra nas minhas palavras, o conforto e a paz, eu me liberto de mais um caminho de dor.

A serviço dos Mestres, Eu Sou Maria Padilha, e abençoo vocês. Estou com vocês. E acredito na função de cada um, para o bem maior.

É preciso que se quebrem os paradigmas, que limitam as almas, os espíritos – aos quartos fechados –, que um dia foram criados.

Não existem aprisionamentos. Todos estão em evolução. Que essas quebras aconteçam junto às pessoas, mas, principalmente, em cada coração.

As regras do mundo existem para sustentar a sociedade e o amor. E as regras do mundo servem para serem quebradas, para que novas sustentações surjam – novas luzes se manifestem. E os preconceitos desapareçam na única verdade, que é o amor.

Estejam em paz. Sigam em paz.


Eu estou em sintonia com vocês, quando me amam. E eu amo vocês, quando me permitem amar.

Na Chama Violeta, humildemente, eu estou vibrando a serviço do nosso Pai.

Tenham Paz.

_____________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br 

*O texto de transcrição do áudio foi levemente editado para uma melhor leitura.

sábado, 7 de novembro de 2015

Sananda - Portadores do Amor



 Áudio

Portadores do Amor. Vocês são seres portadores do amor.

Em todo grande ciclo, em todo o momento de transformação, alguns seres são chamados... Alguns seres são despertos – são chamados à consciência.

Vocês são esses seres. Seres portadores do amor, que são despertos para trabalhar com o amor e através do amor.

E aí vêm os testes. E aí vêm as dificuldades com o seu próprio karma, com a sua família, com os desafios pessoais. Porque, quando o amor desperta – o amor espiritual, a conexão mais profunda – esse amor é como uma luz, que ilumina toda a escuridão.

O seu calor aquece. E faz com que você veja as coisas além do que elas são, além do que elas foram, além do que aquilo que as pessoas que convivem com você consegue enxergar.

Mas, você não vê apenas a beleza. Você também vê a dor. Você também vê o sofrimento. Você também vê a mágoa. Você vê as atitudes erradas das pessoas. Você vê as demonstrações de orgulho, de vaidade, de egoísmo. Você vê as bobagens – no mundo objetivo e no mundo espiritual.

Mas, meus amados...

Quem são vocês, se não puderem amar? Se não puderem perdoar? Se não puderem esquecer o mal que lhes foi feito? Se não tiverem forças para focar a sua atenção no bem que lhes é possível? Quem são vocês?

Eu respondo: Vocês são os amados portadores do Amor.

E se esses testes estão aparecendo em suas vidas – testes do amor, testes do compromisso, testes da compaixão, testes do esquecimento – porque é sábio e bom esquecer o mau que lhes fizeram.

E é sábio e bom se lembrar sempre, de colocar o foco do seu pensamento, no bem, na luz, na continuidade do trabalho espiritual.

Algumas almas, que foram chamadas para o amor, que foram chamadas para ser como vocês são – os portadores do amor – desistem no caminho. Porque não conseguem ser o amor...

Porque não conseguem carregar a sua função – de seres portadores do amor – quando são desafiados no convívio familiar, quando enxergam o mal de um amigo e não são capazes de esquecer esse mal e olhar o lado bom.

Esses seres desistem de se manter na luz, de se manter no amor, porque julgam mais que amam. Porque apontam defeitos, mais do que conseguem ver as qualidades. Porque estão conectados mais com o ego – que quer amar. Do que o coração – que ama – independentemente da razão.

Meus amados. Sejam fortes no compromisso. Não desistam do amor. Carregar o amor, ser o portador do amor, exigirá de vocês. Sim, exigirá.

Mas, vocês serão abençoados com o amor. E a visão da Terra, dos compromissos humanos, das coisas que dão certo e dão errado, dos conflitos, do sucesso e do fracasso, tudo isso – se você está fortalecido no amor – perde a importância.

E você vai vivendo os seus dias sem sofrer demais. E sem esperar de forma desesperada, confusa, por um momento de grande felicidade. Você deixa de oscilar tanto. E a vida se equilibra dentro de você, dentro da condição do exercício constante do amor.

Meus amados, muitos são chamados. Poucos, àqueles que conseguem escolher no servir. Vocês são escolhidos. Dentro de milhões de almas encarnadas nesse planeta, vocês já foram escolhidos.

Já tiveram o primeiro despertar do amor – quando escolheram a caminhada espiritual, como a sua caminhada. Essa escolha vocês já fizeram, já escolheram o amor.

Agora é o segundo passo: é ser o portador do amor. Ser aquele que é capaz de olhar, entender o que é certo, o que é errado. Discernir – mas, não julgar. Não apontar as falhas alheias, isso perturba a sua energia, e só afasta você de Deus.

Não gaste o seu tempo olhando o erro do outro. Nem descobrindo onde ele deveria ter acertado e não acertou. Não se transformem em juízes.

Os Portadores do Amor são aqueles que reconhecem as falhas, mas, se fixam no acerto. E este é um caminho infinitamente mais fácil, porque todos erram – inclusive você. E todos acertam – inclusive você.

Meus amados. Ser um portador do amor não os torna especiais – vocês não serão melhores, nem piores que ninguém –, porque todos têm o seu amor e todos têm a sua luz.

Ser um portador do amor, apenas os aproxima mais da sua essência – da Essência Divina – que é amor. Torna você tão próximo ao Pai, porque o Pai é Amor.

Ensina você a se doar, a se abrir, e a ser luz.
Todos são luz. Mas, você se aproximará ainda mais da fonte universal, e se sentirá mais leve – conectado a esta força conhecida como Deus.

A serviço da Fraternidade Branca, Eu Sou Sananda, e amo vocês. E desejo que a minha luz vibre em cada coração, como uma fonte de profundo Amor.
Meditação - Cura do Amor

Eu me doo com Amor. E eu recebo de vocês aquilo que me foi ofertado com amor.

Eu me doo com Amor. E eu recebo com Amor.

Tenham Paz.
_____________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br 

*O texto de transcrição do áudio foi levemente editado para uma melhor leitura.

domingo, 1 de novembro de 2015

A vida sempre será uma experiência solitária


 Áudio


Meus amados... A vida sempre será uma experiência solitária.

Ainda que você esteja em grupo, você está com você mesmo – com a sua mente, com o seu coração, com a sua voz interna, com os seus desejos, com os seus sonhos, com as coisas que você acha cero, e você acha errado.

Ainda pequeno – na sua casa, com os seus pais, com a sua família – você nasceu do seu jeito, com a sua forma de ver a vida, com as suas memórias, com suas dores inconscientes, e com a proposta da nova experiência desta encarnação.

Então, muitos dos seus momentos, você passa consigo mesmo. O dia inteiro você passa consigo mesmo, ainda que esteja cercado de pessoas – cuidando ou sendo cuidado.

Você está com você. O seu pensamento nasce de você. O seu impulso positivo ou negativo nasce de você. Por isso, seja o seu melhor amigo. Olhe para você com amor, com força, com luz... Com positivismo. Se você não tem, desenvolva um dialogo interno, amoroso – converse com você mesmo.


Quando você lê as páginas de um livro... Quando você faz um estudo... Quando aprende uma música... Quando ouve o canto... Quando olha alguma coisa que acontece... Desenvolva o Bem, a Luz em cada uma dessas atitudes.

Escolha o que olhar. Escolha o que ouvir. Escolha o que vai ler. Escolha o que vai ingerir. Porque você pode fazer isso. E à medida que você vai assumindo essas escolhas, você vai se amando mais ou se amando menos.

Quando você está triste – pare e converse com você mesmo.
Se você se sente carente, se sente sozinho – ofereça companhia a você, abrace você mesmo. Não apenas o abraço do corpo, mas, o abraço da alma. Se compreenda.

Os momentos de meditação – os momentos de silêncio interior – fortalecem essa conexão. Nunca se ponha para baixo, a sua força vem de aceitar essa solidão.

As pessoas, constantemente procuram que outras resolvam os seus problemas. Brigam em busca das soluções. Querem ser amigos, para que outros cuidem das suas necessidades. Querem um amor, para que o outro sacie as sua necessidade e as suas carências.

Vocês podem ser pessoas ótimas. Vocês podem se tornar maravilhosas companhias. Incríveis amigos, sedutores, amantes e apaixonados – quando o assim forem consigo mesmos.

Estabeleçam esse diálogo interno. Um diálogo de paz, de tranquilidade, de sabedoria em amor.

Dentro de você: habita a Criança, habita o Jovem e o Sábio.

Em alguns momentos, a criança será o seu mestre. Em outros momentos, o jovem será o seu mestre. Não permita que apenas o sábio ensine você.

Às vezes, a criança lhe trará a brincadeira necessária para enfrentar os assuntos. Em outros momentos, será o jovem, que trará o impulso – a força da concretização – no mundo dos homens, tão necessário. E em tantos outros momentos, será o sábio, que irá lhe acolher e oferecer colo.

Você terá um incrível poder, quando der passagem a essas forças da sua consciência. Você será mais do que você é, no momento em que você permitir que o seu Eu Divino conduza você nas suas histórias, todos os dias.


A serviço, da identidade maior de Deus – do Uno. Eu Sou Miguel, e aqui estou. Conectando vocês á estrela do Pai – a força de Luz que está no céu.

Amados sejam. Amados são.

Tenham paz.

Neste momento, estamos colocando a estrela no alto desta sala, com o feixe de luz da minha espada. Para que vocês se conectem com essa luz. E essa é a luz maior do Eu Sou.

Todo o poder do homem está no homem. Porque o homem é Deus. O homem é a manifestação de Deus.

Tenham luz e tenham paz.
_____________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br 

*O texto de transcrição do áudio foi levemente editado para uma melhor leitura.