sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Mude os pensamentos tudo passa!



Nas ultimas canalizações tem sido constantes mensagens sobre como viver mais leve, ficar mais feliz, e se libertar de culpas. Isso porque como dizem os mestres estamos enfrentando momentos de muito stress, e aceleração vibracional. E quem sabe lidar com isso?

            Mas será que os problemas das pessoas tem sido piores hoje em dia? Mais difíceis de resolver, ou envolvendo mais responsabilidade, ou algo que justifique estarmos sofrendo mais?

            Sinceramente não sei dizer. Mas tenho refletido muito sobre isso. Lembrei dos meus pais quando era criança, da vida que nós tínhamos, do trabalho do meu pai, dos problemas financeiros, das questões familiares. E naquela época isso era pouco ou nada importante para mim, porque simplesmente não me competia resolver isso. Como qualquer criança nem tinha ideia do que estava acontecendo ao meu redor, apenas observava as coisas, o que não quer dizer que estivesse tudo bem, nem que as situações fossem fácies na minha família.

            Anos depois na adolescência as minhas questões se tornaram o centro do universo. Meus problemas os maiores do mundo, para depois em seguida na idade adulta passarem novamente a nada significar, porque estava enfrentando outras coisas, descobrindo novas limitações e vivendo novos desafios. Mas naquela época nem tinha noção do mundo, ainda estava presa as minhas questões e foi somente um pouco mais tarde que na busca de felicidade cheguei à vida espiritual.

          Tudo porque queria ser feliz, queria ficar tranquila e ter meus problemas resolvidos e como não dava conta de fazer isso sozinha procurei por Deus.
            Como todo mundo precisava de soluções, de alivio para minhas cargas e Deus era o caminho, e felizmente sinto que continua sendo a solução até hoje depois de tantos anos, meditações, orações, viagens de cunho espiritual no mundo e dentro de mim.
            Não tenho a menor duvida de que Deus seja o caminho, mas tenho sido convidada constantemente assumir responsabilidade pelas minhas escolhas, e pela forma de agir. Deus através de todas as lições tem me mostrado que todos os dias podemos fazer escolhas diferentes, orar, meditar, buscar perdão e alivio. Tenho percebido que essas atitudes praticas e a reflexão que nos chega depois da meditação, de leituras, e muitos mantras, tem enorme poder de conferir tristeza ou felicidade.
            Quando meditamos com entrega, sem querer conduzir as respostas e intuições, quando deixamos fluir e nos colocamos de novo como crianças vivendo e observando sem se deixar consumir demais pelas coisas que nos perturbam, os problemas passam de forma mais tranquila, e com a necessária conexão espiritual conquistada através das nossas praticas, naturalmente vamos descobrindo caminhos para resolver as mais amargas questões.


            Assim amigo leitor, não se deixe consumir por seus problemas. Sei que pode estar sendo um momento bem difícil, mas vai passar. Tudo vai passar e você vai continuar seu caminho.
            Como dizem os mentores nem a morte é castigo, nem o sofrimento punição quando compreendemos ainda que de leve a verdade que os budistas chamam de impermanência.

            Um beijo a todos e muita fluidez!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Saint Germain - Quem é o senhor do seu destino?

Você é nosso convidado para participar da meditação dinâmica e canalização dos Mestres Ascensos da Fraternidade Branca, todas as quartas-feiras às 20h30. Sinta a energia, faça parte desse encontro de amor e luz.
_____________________________________________________________________

saint germain
Nome Chave: Quem é o senhor do seu destino?
Mestre: Saint Germain
Data: 31/10/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas

Transcrição: Patrícia Viégas
Edição/Site: Diogo Guedes
Áudio:  ALPHA LUX 41 ANO 14


Quem é o senhor do seu destino?

As pessoas buscam as religiões, as outras pessoas, a família, o pai, a mãe, as referências, para que alguém as guie. O tempo todo, as pessoas buscam aqueles que podem levá-las a um caminho melhor, a uma vida mais feliz, a realizações dos seus sonhos e aos seus desejos.

Eternas crianças... No momento em que você pensa, que você deseja, que você almeja, que você briga, que você xinga ou que você concorda.

Quem está, dentro de você, tendo essa ação?
Quem escolhe concordar ou discordar?
Quem escolhe seguir este ou aquele outro caminho?
Será o seu amigo, o seu namorado, o seu pai ou o seu irmão? O guia espiritual da casa que você frequenta?
Quem, dentro de você, é o dono do seu impulso?
Quem, dentro de você, responde pelo seu pensamento? Ou pela sua atitude?

Meus amados, não é mais hora de transferir o seu poder para outros. A Nova Era começa dentro de cada um de vocês. A Nova Era é uma posição, é uma atitude, é uma compreensão de quem é o dono do seu destino.

Por acaso, o dono do seu destino, é o fracasso? É o insucesso? São as mágoas? São as pessoas que foram embora da sua vida sem amar e sem respeitar você, como você merecia? São essas as pessoas que vão definir o seu destino?

Isso para nós é muito triste, porque todas as vezes que vocês permitem que o externo seja o seu destino, vocês estão se afastando do seu Eu Divino, da sua consciência crística, do seu poder pessoal. Mas não confundam o seu Eu Divino com a sua mente, com a sua capacidade de pensar, queremos que você mergulhe mais na sua meditação e descubra quem faz nascer este ou aquele pensamento.
Investiguem-se, mergulhem. Observem porque vocês pensam assim? Porque vocês agem ou sedem a um impulso?

Quem é o seu Deus? Quem coordena o seu destino?
Vocês não podem tudo, isso também é um engano. Vocês nascem numa família, numa situação e atravessam histórias na colheita do seu karma, na colheita de ações de vidas passadas, ações que vocês mesmos fizeram, criaram. E hoje, nesta vida, vocês não são livres totalmente para agir de uma outra forma. Mesmo que o seu pensamento queira voar como um pássaro, como você o fará se não tem asas?

O que nós oferecemos a vocês é a consciência. É olhar para si mesmo e enxergar quem vocês são, com quais habilidade foram dotados nesta existência. Para que vocês aprendam e parem de reclamar daquilo que não tem. A riqueza não está em obter valores, prestígios, cargos, casas ou carros.

A riqueza está no grande bem da consciência. Um homem, pode não ter grandes bens materiais, mas pode ser uma pessoa muito feliz, muito realizada, generosa, amorosa e próspera. E este homem para nós será muito rico. Igualmente, um homem, que é dono de prédios, edifícios e fazendas... Mas não sabe amar a sua esposa, nem reconhecer o valor sagrado dos seus pais. Será um pobre miserável.

As respostas e a força, está no coração, de cada um de vocês. E é o momento deste grande despertar. A Nova Era é a era deste despertar, dessa liberdade na sua estrutura. Vocês não poderão voar como pássaros.

O karma, o destino, deve ser trilhado com resignação, com sabedoria, com amor e com alegria. Porque dentro desse sentimento de paz, de profunda aceitação, vocês poderão levemente transitar pela sua história e talvez até receber a graça de mudá-la. Mas só muda aquele que ama. Só muda aquele que, humildemente, aceita o seu percurso.

O caminho está traçado por vocês. Não há sentido em criar uma história, nesta vida, e depois rasgá-la como se fosse um desenho, de uma criança inconsequente. Vocês criaram o seu destino, vivam o seu destino.

E façam tão bem essa vivência, com tanto amor, com tanta alegria e com tanta energia do bem, que vocês podem transformá-lo num belo quadro.

Convidamos vocês a pensar...

Quem vive dentro de você?
Quem é o morador?
Quem é aquele que incentiva os pensamentos de graça e de cura?
Quem é que faz, dentro de você, as escolhas corretas?

Descubram o seu morador interno e alimentem o seu Deus com reverência, paz e resignação.

O seu Deus, que é amor, deve ser o Diretor do seu destino. Aquele que cria, a felicidade.

Eu sou Saint Germain e abençoo vocês.

A Terra está sendo cuidada. Compreendam que, cuidar, não é evitar os dramas criados por vocês. Nós não interferimos no livre arbítrio. Nós não interferimos nas questões kármicas.  Porém, a Terra não está largada ao seu próprio destino e nem se destruirá. E as pessoas não estão largadas ao seu destino e não devem se destruir.

Descubram e fortaleçam a sua fé, no seu Deus imortal, que está dentro de cada um de vocês.

“Eu Sou uno com Deus. Eu Sou Deus”. Deve ser o seu mantra. Um mantra de amor e de compreensão da sua unidade com o seu cristo interior.

Sigam na luz, tenham fé e tenham paz.

Pratiquem o bem, para que o bem se torne, a sua verdade.


saint germain

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Comece o dia com amor, siga o dia com amor



Você tem notado como as coisas estão acontecendo rapidamente?
Se este fenômeno da aceleração já era algo estudado pela física e meios acadêmicos agora se tornou um fato da vida cotidiana de todos nós.
Nem bem acordamos e já terminou a manhã, estamos sempre correndo, sem tempo para nada.
Lembro com saudosismo da época em que podia me dedicar a leitura, a ouvir tranquilamente uma boa musica, ou mesmo dar um telefonema para um amigo e me envolver na conversa.
Já me perguntei se seria apenas comigo, por conta de meus compromissos, mas tenho visto todo mundo reclamar da falta de tempo, das muitas obrigações, do stress. E percebo que no meio de tudo isso  o que não devemos deixar de lado são as praticas espirituais, porque se deixamos passar depois fica difícil recuperar o tempo perdido, o hábito, a força daquela rotina que nos faz bem. Por isso todas as manhãs me dedico as orações, aos mantras, e tento me manter na sintonia durante todo o dia, mesmo quando coisas complicadas acontecem. Aliás mais complicado que as coisas externas, somos nós com nossas complicações interiores e reações.
Porque os fatos podem acontecer sem o nosso controle, e acontecem, porém se estamos bem as coisas ficam bem, ou no mínimo se ajeitam, mas se estamos mal, nervosos, negativos, contrariados, tudo fica pior. Um pequeno deslize se transforma numa verdadeira cratera emocional. Por isso começar o dia com meditação, com uma prece é sinal de sabedoria, e uma forma de proteção.
Nas canalizações que recebo tem se falado muito desse tempo acelerado no final de 2012, desse momento karmico, e da prática do perdão. E pretendo elaborar esses assuntos com vocês.
Os mestres tem pedido que pratiquemos o perdão continuamente, começando por nós mesmos. E como sou uma aluna dedicada tenho notado significativas mudanças no meu entorno desde que estou conscientemente me dedicando a me perdoar.
Conforme os mentores ensinam, criamos o nosso destino, atraímos através do nosso comportamento e vibração, resultados para nossa vida. E se, por acaso, estamos infelizes, tristes, sem amor, pobres, magoados, com certeza, os resultados serão influenciados por esse filtro. Assim se perdoar, ainda que dê trabalho e levante bastante poeira, tem sido um esforço feliz, e com resultados rápidos.
Tenho visto que a relação com as pessoas muda rapidamente. Nem sempre as pessoas mudam seu comportamento, ou fugimos do conflito, mas que as coisas acontecem de uma forma diferente é um fato. Tenho conseguido inclusive entender melhor as coisas. Parece que os véus de Maya estão se levantando.
Lembro que antes ouvia falar de amor, e desejava demais ser amada e compreendida, depois entendi que esse era um sentimento meu, mas que era também de todo mundo. Descobri que aquilo que me afligia no sentido de ser amada era uma aflição comum a maioria das pessoas. Achava que o amor estava muito distante, complicado, ou nas mãos de alguém.
Um dos passos de cura do exercício do perdão está sendo conectar esse amor, e descobrir que ele me cura, que está em mim...
Gente é muito lindo.
Por favor tentem seguir esse caminho.
O ganho é imenso.
Por hora usem a meditação de perdão que está no blog. E depois me contem o que tem sentido. Acho que essa troca de experiências será muito proveitosa.
Um beijo a todos e lindo final de semana.
Aqui em Alpha Lux com a vivência da Chama Dourada e os Anjos Solares.
Você será muito bem vindo!



Maria Silvia 

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Mãe Maria - O mundo precisa de amor

Você é nosso convidado para participar da meditação dinâmica e canalização dos Mestres Ascensos da Fraternidade Branca, todas as quartas-feiras às 20h30. Sinta a energia, faça parte desse encontro de amor e luz.
_____________________________________________________________________

Nome Chave: O mundo precisa de amor
Mestre: Mãe Maria
Data: 24/10/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas

Transcrição: Patrícia Viégas
Edição/Site: Diogo Guedes
Áudio:  ALPHA LUX 40 ANO 14


Seja um construtor do amor


Amados filhos, o mundo precisa de amor.
Se lhes for dado o barro, a lama, transformem no vaso que receberá flor.
Se lhes for dado a discórdia, transformem na oração que ensinará o caminho.
Se lhes for dado a miséria, descubram nela, a limpeza necessária para a abundância espiritual tomar conta de vocês.
Vocês são os construtores do amor.
Vocês são o alicerce da paz.
Vocês são as mãos que curam, as mentes que constroem as fortalezas humanas; os homens que poderão atuar com luz e ensinar os outros homens. Porque a nossa ação, ainda que exista e seja real e o alento de cada um de vocês é limitada a condição do espírito. E é através de vocês, humanos encarnados, que nós nos podemos fazer presente.
Construam a paz, as situações de discórdia podem perturbar a vida de vocês, mas a paz é uma construção, é uma escolha diária nesse caminho. É uma possibilidade contínua, de elevação, de crescimento, que nasce em vocês, no seu olhar tranquilo.

Quando algo os incitar á guerra, a discórdia, a briga, ao ranger de dentes, recuem amados, recuem. Escolham não brigar, escolham olhar o que acontece, sem o ranger de dentes. Olhem as coisas e esvaziem o mal, que nelas existem.
Que mal pode atacar aquele, que consciente está, da sua natureza divina?
Que mal pode interferir na sua felicidade, quando você sabe que Deus está em você? E que você tem um karma, um resgate e um aprendizado.
Quando você toma essa consciência, naturalmente, todo o mal se dissolve, se esvazia. Porque você vê, em cada pessoa do seu caminho, em cada situação que você enfrenta, em cada problema, em cada diversidade; um desafio para o seu crescimento, algo que está ali para lhe ensinar.

Os limites são como alicerces na terra, qualquer terreno pode receber uma bela casa, se tiver um bom alicerce. E alicerces, se fazem na lama, cavoucando a terra, encontrando pedras e usando os obstáculos como sustentação, assim deve ser o seu caminhar espiritual. Muitos que entram por essa senda, imaginam que por estarem numa vida espiritual não terão mais problemas.

Seria correto tirar de vocês, o barro que pode construir vasos para flores?
Seria correto tirar de vocês, a discórdia que pode ser transformada, pelo seu silêncio, pela sua oração, numa oportunidade de crescimento pra todos os envolvidos?
Seria correto tirar o aprendizado da criança?

Relações difíceis são acalmadas por pessoas fáceis.
Se doem com amor. Recebam com amor.
Se transformem em pessoas muito fáceis.
A verdade não precisa ser dominada por ninguém. A verdade deve ser o amor no seu coração.
E assim, munidos com o amor, construam a paz. Uma paz feita de escolhas, uma paz feita de sabedoria, uma paz baseada em atitudes conscientes, uma paz moldada por um caráter íntegro.
Todos podem errar. Vocês podem errar. A base desse alicerce é cheia de lama, que foi revolvida e transformada em solidez. Assim é e assim sempre será. Construam a paz, moldem o barro que recebem, como oportunidade de luz e de amor.

Nesses momentos de grande aflição, muitas energias luminosas, aproveitam a ação das sombras, das mágoas, das raivas, das brigas, para limpar aquilo que vocês carregam com vocês.
Não temam o mal, respeitem. E acima de tudo, se conectem com a sua luz, com a sua força interior.
Construam a paz e façam que essa paz, esteja sempre sediada no seu coração. E quando vier o tumulto externo, se console, se conforte e se sustente na sua paz.

Eu Sou Maria e me doo com amor, sempre.
Aquele manto que toca vocês e os consola, só pode realmente tocar e consolar aqueles que se abrem para receber. Se não a minha energia, a minha luz, será apenas mais palavras carregadas pelo vento. Busquem essa conexão no seu coração e criem a paz. Façam da paz, a sua maior força e do seu amor, a maior luz.

Recebam minhas bênçãos e o meu amor. Sigam em paz.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Dia de São Francisco




Oração de São Francisco
Hoje no dia de São Francisco é com muita alegria que compartilhamos, agradecemos e oramos. A oração de São Francisco é uma das lindas expressões da vida do Mestre, aquele que com profundo amor e sabedoria nos conduz ao caminho da iluminação. Uma vida simples com humildade, mas, repleta de significado e alegria nas coisas verdadeiras da vida, o serviço e o acolhimento ao próximo. 


Selecionamos também uma história linda de um Servidor da Chama Amarela recebida pela Maria Silvia, que conta da sua trajetória e encontro com Francisco, nos ensinando sobre o desapego, a paz, o amor... Que a luz de São Francisco seja nosso guia, que seu exemplo nos inspire, e que sua Graça esteja conosco ainda mais no dia de hoje. Amém.

Com amor,

Diogo Guedes
___________________________________________________________________

 Meus amados, as vestes nunca fizeram o monge. Na minha época muitos se vestiam de padres para roubar, para escapar de ciladas e emboscadas. Eu vivi num mundo cheio de fraudes e essas fraudes não eram diferentes das fraudes que vocês vivem hoje. Pessoas que não falam a verdade, pessoas que vivem pela ganância e pelo egoísmo, pessoas inconscientes da sua condição de filho, de filha de Deus... Pessoas perdidas na ignorância.

Eu era então um rapaz e queria muito ganhar dinheiro e fazer sucesso nas minhas empreitadas, conquistar uma vida melhor, mas eu era apenas um aldeão, um rapaz simples. Eu não tinha pai rico, não tinha nenhum título de nobreza, mas a todo custo eu queria escapar do trabalho como camponês. Eu não queria arar a terra, porque era um serviço muito pesado, um serviço muito grosseiro e eu era franzino, eu me cansava fácil.

Eu queria algo muito diferente para mim e quando eu olhava, quando eu via os nobres, eu idealizava a nobreza. Eu achava que eles, os ricos, aqueles que tinham grandes cavalos e roupas caras e bonitas eram pessoas felizes e que eu, na precariedade da minha vida, era uma pessoa muito infeliz, porque que mal eu tinha o pão pra comer, mal eu tinha uma roupa surrada para vestir.

Então com todo esforço eu comecei a me aproximar de um convento que existia ali perto, porque Eu queria ser admitido lá para trabalhar como monge, eu tinha muita vontade de servir como monge. Eu achava que no dia em que vestisse aquele manto a minha vida seria completamente diferente, porque eu estaria dentro da espiritualidade e eu não ousava dizer nem para mim, mas o que eu queria era um bom prato de sopa quente no inverno, uma roupa confortável para dormir, um lugar fechado e seguro. Eu ambicionei muito tudo isso, o conforto, o conforto, o conforto...

Eu achei que no conforto existiria a paz e como eu não conseguiria jamais ser um nobre, porque não nasci numa família com título, era mais fácil tentar ser um padre, como eu era inconsciente. Eu achava que a felicidade estava sempre no mundo fora, nunca em mim e sonhei que se eu fosse um padre, construiria um templo, faria grandes coisas, deixaria um legado para frente e como no mundo dos sonhos tudo é possível, já me vi cardeal e por que não um Papa?

Sim, eu era muito ambicioso. Eu queria as coisas. Mal sabia ler, mal sabia escrever. Meus ombros doíam de tanto puxar uma carroça, mas eu queria tudo; queria tudo aquilo que eu imaginava como felicidade, como realização, como a tranquilidade, como a paz. Tudo isso que eu idealizava, imaginava, se referia ao mundo material. Eu nem tinha consciência das coisas do espírito e foi assim, pela porta dos fundos, que entrei no convento.

Eu era um ajudante, nem noviço eu era, eu era apenas um ajudante, mas ali passei a receber comida e achei que estava no caminho certo para realização dos meus sonhos. Era um lugar muito grande esse que eu trabalhava, um lugar enorme, um mosteiro que atendia muitas civilizações que passavam por ali; eram vários grupos. E um dia, eu já estava lá há algum tempo e continuava não sendo ninguém importante, mas eu me achava importante e um pequeno grupo de monges chegou ao lugar e entre eles estava Francisco. Ele era o mais simples de todos.

Magro. Os pés cobertos apenas por uma sandália gasta, mas era estranho, porque eu olhava pra ele e era como se ele não sentisse frio, nem fome, nem sede, nem nada. Ele se bastava, e como se isso não fosse suficiente, os homens que estavam ao lado dele o tempo todo se aproximavam dele, como que se alimentassem da energia que vinha dele.

Era estranho e ao mesmo tempo bonito olhar aquelas pessoas, mas Eu nada compreendi. Eu apenas fui arrumar o quarto onde iriam se hospedar, porque aquele mosteiro era um lugar de passagem, onde muitos grupos passavam uma noite, uma semana, quinze dias e depois prosseguiam viagem e de forma que não tenho explicação, nos dias em que ficaram por ali, o frio deixou de congelar. As noites se tornaram mais iluminadas.

Eu não sabia dizer se aquilo era só pra mim ou se aquilo valia para todas as pessoas que estavam naquele mesmo momento. Eu fui me chegando àquele grupo e quando eles foram embora, senti muito a ausência deles. Eu tinha participado de algumas pequenas palestras que eles faziam. Eu era apenas um rapaz, mas as palavras tocaram fundo meu coração. Eram coisas muito simples que se falava ali: Compreensão, amor, paz... Tudo muito distante do meu mundo.

Eu estava ali, naquele momento da minha vida apenas trabalhando, ambicionando, desejando, correndo atrás das minhas conquistas, sonhando como seria o meu futuro, como seria amanhã, depois de amanhã, depois e depois de amanhã, o que eu iria comer, o que eu iria vestir, o que eu iria conquistar. Eu que não tinha nada, sonhava com tudo, mas a presença deles me marcou profundamente. E a partir daquele momento um pequeno milagre começou acontecer comigo. Eu comecei a ver a vida de uma outra forma e fui atrás desse grupo.

E durante muito tempo eu andei atrás deles pedindo para ser aceito, e eles falavam para mim: Você não está pronto! E Eu pensava: Meu Deus, pronto como? Eu já não tenho dinheiro, Eu não tenho roupas, Eu não tenho nada, não tenho expectativas de vida... Eu estou pronto, sim!
Eu achava que a espiritualidade deles, que fazia eles felizes era a espiritualidade da pobreza, porque eles eram tão pobres e Eu achava que a Minha admissão junto a esse seleto grupo se devia a Minha condição de ser pobre igual a eles. Eles diziam para Mim: Você não está pronto. Eu ouvia aquilo e nunca entendi.

Depois de algum tempo eu parei de procurar por eles, de andar atrás deles e a minha vida mudou.
Eu fui aceito para trabalhar com um senhor muito rico. Ele foi muito bondoso pra mim e me deu muitas condições na vida. Aquela minha existência passou quando eu tive o esclarecimento espiritual. Eu entendi que a passagem daqueles seres de tanta luz pela minha vida foi como sentir o perfume de uma flor. Algo que aquece o coração, que limpa a mente, traz conforto, mas que passa.

Eu fiquei com aquela impressão dentro de mim e aquilo me fez viver uma vida com mais modéstia, com mais tranquilidade, com menos ambição, com menos ganância, porque a ganância, a ambição acomete qualquer pessoa; os pobres e os ricos. Os pobres podem ser muito gananciosos e egoístas, assim como os ricos podem ser gananciosos e egoístas. Os pobres podem ser inseguros; os ricos podem ser inseguros. As más qualidades não se distinguem através de condição social, de casta ou de nascimento; assim como as boas qualidades são como flores que precisam ser plantadas e cuidadas num lugar adequado.

Meus queridos, a vida não vem pronta. Qualidades negativas, sombras e pensamentos ruins de pobreza são como ventos que passam pela vida das pessoas. Não há como fugir, não há como negar. Há a sabedoria de enfrentar. Com o contato com aqueles seres espirituais eu recebi um pouco dessa benção, da sabedoria de como enfrentar situações difíceis. Eu tive uma boa vida e tive o impulso de crescimento e aprendizado kármico naquela existência.

Hoje eu trabalho na Chama Amarela e os Mestres me deram autorização de aqui estar com vocês, porque eles julgaram muito necessário dizer ao grupo dessa minha experiência, desse meu aprendizado de vencer as coisas da vida, de não ambicionar tanto o conforto, a alegria, a felicidade, porque quanto mais eu ambicionei, mais pobre eu fiquei, porque eu sofria muito com as coisas que eu não tinha, com as pessoas que não me amavam, com as roupas bonitas que eu não vestia, com o sucesso que eu não fazia. Eu sofria demais por tudo isso, assim como aqui muitos de vocês sofrem.

Eles me mandaram aqui, hoje pra eu contar a vocês por que não sofrer, porque tudo isso passa. São Francisco, o Mestre da Chama Amarela, nunca foi pobre e isso eu não compreendi naquela época, porque ele não precisava de nada que o mundo poderia oferecer a ele. Ele era uma alma tão profundamente ligada a Deus que ele tinha absolutamente tudo; então as coisas do mundo não o encantavam. A beleza daquele ser era tão intensa, tão linda que nos tornava a todos belos também. Era só se aproximar dele que a nossa energia mudava.

Eu só aprendi essas coisas no plano espiritual, mas estou aqui contando a vocês, porque vocês têm capacidade de compreender tudo isso mesmo estando encarnados. Os Mestres dizem que o mundo que vocês vivem hoje na carne, na matéria, é um mundo muito difícil, porque o tempo inteiro vocês estão sendo impulsionados a ambição, quero mais, preciso mais, não tenho o suficiente. O tempo inteiro vocês estão construindo castelos que não se concretizam e que trazem profundas frustrações.

Simplifiquem suas vidas. A grande mensagem do Mestre é ‘simplificar a vida’; querer menos, precisar menos e amar mais. Amar mais a si mesmo, amar aos outros como a si mesmo. Hoje Eu sou um servidor e me dôo com amor. Recebo de vocês o sentimento do amor com alegria. A serviço da Chama Amarela, aqui estou para oferecer o meu amor e a minha singela lição de vida. 

A riqueza é o amor e o amor é a única riqueza que realmente faz feliz o homem.
Recebam meu carinho, a minha benção e meu amor.

Tenham paz!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Arcanjo Gabriel - Os passos do amor

Você é nosso convidado para participar da meditação dinâmica e canalização dos Mestres Ascensos da Fraternidade Branca, todas as quartas-feiras às 20h30. Sinta a energia, faça parte desse encontro de amor e luz.
_____________________________________________________________________

Nome Chave: Os passos do amor
Arcanjo: Gabriel
Data: 17/10/2012
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia Orlovas

Transcrição: Patrícia Viégas
Edição/Site: Diogo Guedes
Áudio:  ALPHA LUX 39 ANO 14
Eu sou o Anjo da Ascensão e aqui estou para lhes falar dos passos do amor.

A Terra está em ascensão. As dores que vocês sentem, no corpo físico, nas emoções... São dores que precisam ser tiradas de vocês. E esse processo é como o desabrochar de um botão de flor, de dentro para fora, mas aceitem ajuda externa, sejam humildes o suficiente para permitir que pessoas, que médicos, que trabalhos espirituais ajudem você no seu caminho de cura.

Você não está só, mas você precisa ser humilde para aceitar companhia, ser humilde para aceitar ajuda. Aqueles que estão com a mente cheias de idéias, são como potes cheios, que não suportam receber mais nem uma gota do precioso líquido da sabedoria. Se permitam esvaziar.

O caminho da ascensão é o caminho do amor. É o caminho de deixar para trás muitas coisas que já foram.

Quando pedimos a vocês, o grande exercício do perdão é para que vocês se libertem da Grande Lei de Causa e Efeito, a qual vocês estão atrelados. Vocês são a sua causa, vocês são o seu efeito, vocês são a sua ação e vocês desencadeiam a sua própria reação.

É um momento do saber; é um momento do despertar; é um momento da profunda compreensão do poder pessoal. Vocês criaram destinos tortuosos e infelizes e é a hora do auto resgate, a ascensão é um auto resgate. É um momento em que você olha pra si mesmo e faz diferentes escolhas e caminha para frente e se liberta do passado.

Mas não vejam o passado como um lixo. O passado são como cadernos antigos, da escola, lições que deram a sustentação para hoje você ser o que você é, mas, caminhe para frente.

Todo o planeta estará enfrentando profundas mudanças, nos próximos tempos. E será sim, um tempo de “Orai e Vigiai”, porque nós vamos aproveitar o processo de aceleração cósmica para retirar de vocês miasmas e cicatrizes de mágoas e dores, de um passado antigo e de um passado desta existência.

Para receber a cura é preciso permitir a cura.
Para receber o novo é preciso abrir mão do velho.
Façam esse trajeto com amor e as dores serão minimizadas e as experiências serão menos sofridas e as revelações muito mais tranquilas.

Vocês são, a sua graça.
Vocês são, o seu caminho.
Vocês são, a sua libertação.

Tenham muito amor, por vocês mesmos. E nesse sentimento de amor, a vida lhes retornará com mais amor.

Nesse momento, estamos oferecendo a vocês o nosso abraço espiritual, a nossa força de cura e a nossa energia de profunda transformação.

Estamos entre vocês, no nosso corpo de Luz. Recebam meus amados.

Em sintonia com os Anjos Solares e a serviço da Fraternidade Branca, Eu Sou Gabriel, o Anjo da Ascenção. Recebam minha luz e meu profundo amor.

É um momento kármico, por isso, as hostes angélicas a serviço de Mestre Seraphis Bey, se manifestam, para trabalhar em seus corpos de luz.

Recebam o nosso amor e o nosso bem.

Tenham paz.