sexta-feira, 21 de junho de 2019

Canalizações











Informamos que as canalizações realizadas pela Maria Silvia Orlovas não serão mais disponibilizadas no Blog. 

Será possivel ouvir as canalizações comentadas em seu canal no  Youtube.




                               Maria Silvia P. Orlovas 

_____________________________________________________________________________________










Liberte se de você














Liberte as pessoas através do seu olhar.
Aquilo que você vê no outro é uma projeção do seu próprio ser. Mas aquilo que você vê no outro, além de ser uma projeção do seu ser, é uma prisão. E não é mais tempo de enjaular as pessoas, as histórias, as famílias, em celas, em prisões.
Se você olha para alguém, e acredita que esse alguém é egoísta, é rabugento, é briguento, é malvado, o seu olhar, que é um olhar criador de Deus, você cria como Deus, tudo o que existe a sua volta.
E quando você olha algo e julga esse algo como ruim, assim ele se transforma.

Você tem o poder da criação no seu olhar, no seu julgamento. Se você vê o mal, você está cocriando o mal.
Por isso, meus amados, escolham para onde olhar. Se existe alguém na sua caminhada que incomoda você, e que você o tempo inteiro olha e julga coisas negativas, palavras negativas, sentimentos negativos, e essa pessoa provoca o tempo todo isso em você, afaste-se, não olhe para ela. Esse alguém pode ser o seu irmão, o seu pai, ou até o seu filho.
Toda vez que pensar nessa pessoa, peça que se dissolva na sua mente, no seu coração e na sua alma o julgamento que você tem desse ser, o pensamento que você tem desse ser.
E não se preocupe em consertar esta pessoa. Conserte o seu olhar.
E se você não é capaz de olhar esse alguém, essa situação, com bons olhos, olhe para o outro lado.

Não julgue mais o mal. Porque o seu julgamento conecta você ao mal. E mais mal você manifestará. É muito profundo ser Deus. É muito intenso ser Deus no seu olhar. É muito intenso ser Deus na sua vida.
E é o tempo, é chegado o tempo, de você libertar as pessoas. É o tempo de você libertar do seu julgamento tudo o que está à sua volta.
Em cada situação, em cada movimento, em cada palavra, faça um esforço consciente de ver o Bem.
E se você não consegue ver o Bem, não dê palco ao mal.
Faça esse movimento.

Isso é muito profundo!
É ainda mais profundo do que o sentimento da gratidão.
Espiritualmente, só o Bem é real. Espiritualmente, Deus é a Unidade, Deus é o Todo. Deus vibra em todos os lados.
E você é um ser cheio de poder, cheio de luz, cheio de amor dentro de você.
Treine seus olhos para ver o Bem, treine os seus olhos para atrair o Bem, atrair a prosperidade, atrair o sorriso das pessoas, atrair o Amor.
Treine seus olhos, treine sua energia, para estar perto do Amor, para estar perto do Bem.
Treine seus olhos para ver, para sentir a sua própria evolução.
Você é um ser de luz. Você é um ser de profundo amor.
Olhar o Bem, viver o Bem, vibrar o Bem é um processo de profunda libertação!

Nós estamos, nesse momento, trabalhando na Ordem Crística, nesse momento planetário, abrindo a terceira visão das pessoas.
Para que vocês vejam o Bem, para que vocês vivam o Amor.
O Cristo Planetário está expandindo a consciência daqueles que estão mais despertos, para um profundo Amor.
E esse movimento está sendo potencializado por cada um de vocês.
Vejam o Amor, pratiquem o Amor em família, pratiquem o Amor no seu olhar.
Pense em você mesmo como um ser de luz, como um ser de profundo Amor!

Estamos a serviço de Maria, trazendo a energia da Chama Crística, a energia da vibração branca, amorosa, da energia profunda da paz entre as pessoas.
Vibramos essa paz, vibramos esses olhos amorosos e cheios de luz.
Nesse momento, nós expandimos energia para a cura das famílias, dos conflitos familiares.
E você que nos ouve, e que vive algum conflito familiar, nesse momento trabalhe o seu olhar, o olhar crístico, o olhar do coração, e envolva num branco luminoso, leitoso, a pessoa ou a situação de conflito.
E envolva em profundo amor, num exercício de compreensão, vibre para essa pessoa:
“Eu compreendo você, eu vejo Deus em você.
Eu sinto muito por sua dor, eu ofereço amor.
Eu quero o seu bem, estamos em paz.”

Jogue essa energia para a pessoa da sua vida, da sua convivência que, porventura, você tenha um conflito.
“Eu vejo Deus em você. Eu vejo Deus em você. Eu vejo Deus em você.”

Pela elevação planetária, pelas estrelas de luz que se unem, fazendo a transformação do olhar, eu sou Maria.
E envolvo no meu manto branco, o amor e a luz.
Cada pessoa que desperta neste olhar de amor e luz, se torna um curador, se torna um enviado do Amor.
Recebam minhas bênçãos e minha luz e sigam em paz.


   






  





__________________________________________________________________________
Data: 19/06/2019
Canal: Maria Silvia P. Orlovas
Colaboração: Francisca Motta

Não haverá mais a publicação do áudio. 

Canalizações comentadas e com áudio no canal da Maria Silvia Orlovas, no Youtube 

__________________________________________________________________________








Escolhas sábias














Meus amados, minhas amadas.
Eu passei muitas vidas na escuridão, esperando que o amor me completasse, sem nenhuma consciência de que eu era o amor.
E eu fazia de tudo para completar aqueles que estavam comigo.
E quanto mais eu me doava, mais carente eu me tornava, porque eu esperava respostas, eu esperava um olhar, eu esperava um toque. Eu vivia incompleta, eu vivia a escuridão da ingratidão.

Foram longos períodos da minha vida.
E como eu estava profundamente insatisfeita, eu tive muitas existências nas sombras e muitos erros, muitos erros.
E, durante muito tempo, eu achei que me cabia padecer para curar os meus erros.
Eu não me dava o direito da felicidade, do desfrute, ainda que eu fosse bela e ainda que eu tivesse muitas joias e muitas roupas e muitos homens me querendo.
Porque havia sempre o desencontro.
Aquele que eu queria, aquele que eu imaginava e idealizava, não me enxergava; ou, se me via, não me honrava. E aí eu passei a brincar com a vida, a brincar com os meus sentimentos, brincar com as pessoas, desdenhar do que sentia. Passei a não assumir aquilo que olhava, aquilo que desejava.
E as coisas mais simples que eu via na vida de outras pessoas, como um filho ou um lar feliz, eu dizia que não era para mim, que eu não queria. Mentira!
Mas eu tinha que mentir, porque eu não aguentava a minha vida.

Foi muito sofrimento, então eu entendo o sofrimento de vocês.
Eu entendo completamente o sofrimento de cada mulher, cada homem, cada pessoa que se sente só. Eu compreendo cada ser que bebe da ingratidão.
E eu ofereço a minha energia para a cura.
A minha cura foi a compreensão profunda espiritual.
Eu bebi do néctar da CHAMA VIOLETA, da consciência da transmutação, e eu percebi que o amor é a maior cura. Um amor que eu comecei a oferecer para mim mesma.

É um processo muito doloroso para alguns, que pode ser menos doloroso quando você tem o seu despertar, quando a sua chama é acesa.
E esse sentimento de abandono e rejeição às vezes é vivenciado também com os familiares: a ausência de pai, a ausência de mãe, ou a ausência da compreensão dos filhos.
As pessoas sofrem profundamente com a solidão.
Mas você não está só quando você está com você mesmo.

Quantas às pessoas, meus amados, façam uma escolha sábia: olhem apenas o bem das pessoas, e fiquem apenas com aquilo que é bom das pessoas.
Abram, de uma vez por todas, mão da projeção.
Não criem príncipes, não projetem salvadores. Não imaginem mais situações perfeitas. Não idealizem o par, o pai, a mãe, os filhos, os amigos.
Abandonem, de uma vez por todas, a idealização.

Esse véu de ilusões que cobrem as mentes, afastam vocês de Deus, afastam as pessoas da sua luz, da sua integridade, do seu ser.
Quanto mais vocês projetam para fora a felicidade e o salvamento, mais incompletos, pobres e tristes vocês serão. E nenhuma joia do mundo e nenhuma beleza do mundo e nenhuma roupa do mundo e nenhuma viagem do mundo trará felicidades a vocês.

Soltem a projeção, liberem a sua mente da necessidade do desejo.
E vivam hoje a autoaceitação: quem você é, como você é, onde você está.
Você é um ser de luz e você tem luz na sua vida.
Trabalhe o auto amor, a doação do amor, sem esperar o reconhecimento.
Faça aquilo que você pode fazer, aquilo que está ao seu alcance, com sabedoria, com amor, com luz, com soltura.
E deixe que a vida traga para você aquilo que é seu por direito divino, por graça de Deus, por bênção e por glória.
Escolham, de cada pessoa da sua convivência, apenas o melhor, apenas o bem. E vocês verão uma grande transformação em suas vidas.

Eu sou Maria Padilha, e trabalho a serviço da Evolução.
A Chama Violeta, à qual eu sirvo, tem inúmeras nuances.
Ela vibra no mais alto escalão e no mais profundo abismo.
E nessas esferas, em todas as esferas, existem trabalhadores a serviço da Evolução, trabalhadores a serviço da elevação da consciência.
Eu, que já fui uma meretriz, que já vivi vidas de profundos enganos, conheço, talvez mais que ninguém, as dores humanas nos relacionamentos.
E, por isso, posso dar a minha parcela de contribuição. Porque cada ser que eu encanto com a libertação, liberta o meu ser de dores que ainda vibram em mim.
Eu sou a luz do Eu Sou.
Assim aprendi com o amado Mestre: Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou.

Repitam: eu sou a luz do Eu Sou.
Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou.
Ativando energias de curas: Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou. Eu sou a luz do Eu Sou.

Neste momento, nós estamos trabalhando, junto com a Chama Violeta, a consciência de cada um de vocês aqui presentes.
Ofereço o meu amor para a cura, ofereço o meu amor para o desembaraço de sofrimentos e dores que aí estão.
Amados sejam, amados são, recebam!
   






  





__________________________________________________________________________
Data: 12/06/2019
Canal: Maria Silvia P. Orlovas
Colaboração: Francisca Motta

Não haverá mais a publicação do áudio. 

Canalizações comentadas e com áudio no canal da Maria Silvia Orlovas, no Youtube 

__________________________________________________________________________








sexta-feira, 7 de junho de 2019

A sua mente consciente não é o seu único instrumento














A  sua  mente  consciente  não  é  o  seu  único  instrumento.
As  pessoas  acham  que  elas  resolvem  os  problemas.
As  pessoas  acham  que  a  sua  mente  racional tem  todas  as  respostas.  E  constantemente  se  frustram consigo  mesmas, porque  não  encontram  as  esperadas  respostas.

O  mundo  não  é  pautado  pelo  que  já  foi.
O mundo é aberto ao que  pode  ser.  E o  mundo  realmente  existe no  momento  presente.
Viver o agora é  fundamental. Criar  no  agora  é  fundamental .  Aprender  com  o  agora  é  fundamental. 
Esperar  que  as  coisas  venham,  magicamente,  como  soluções  é  uma  abertura  que  você  cria  em  você  mesmo  para  que  o  Divino  aja  na  sua  vida. 
Mas  o  Divino  age a través  das  suas  mãos, através  da  sua  ação,  através  da  sua  atitude, do seu  movimento.
Então,  quando  você  não  souber  por  onde  ir, para  onde  ir, ainda assim abra  espaço  e  se  4  em  movimento. Se  permita.
Porque, quando  você  se  fecha, e fica  estagnado  no  seu  mundo com  medo  de  errar, ansioso  pelo  amanhã e sem  fazer  a  lição  de  hoje, a vida  não  se  abre.
É como  uma  semente  guardada  numa  gaveta .
A  semente  só  pode  experimentar a beleza  de  ser  flor,  quando  colocada debaixo  da  terra,  quando  espremida  pelo  peso  da  terra, quando  machucada  pela  umidade  de  uma  chuva. 
É nesse  movimento, é nessa  profunda  escuridão que a  semente descobre  a  sua  condição  de  ser  flor.

Há  um  movimento  dentro  de  você. 
Há  um  movimento  na  vida  que  traz  as  experiências. E  nem  sempre,  meus  amados,  a  experiência  é  agradável.
Nem  sempre  a  experiência  é  aquilo  que  você  espera  da  vida. 
Mas,  ainda  assim,  ela  é  como  a  terra  sobre  os  seus  ombros.
Você  sairá  melhor,  você  poderá  florescer, você  poderá  mostrar  a  si  mesmo  o  seu  melhor  potencial .

Não  tenha  medo  da vida.
A  vida  flui  junto  com  você,  você é  a  vida.
Você  é  o  criador.
O  instinto  da  criação  está  em  você. E esse  instinto  só  acontece  quando  você  é  jogado  no  solo, coberto  pela  terra, molhado  pela  chuva, incentivado  pelo  calor  do  sol. 
Só vivendo é que  se  supera experiências.
É só  passando  um  dia  após  o  outro  que  você  descobre o  seu  melhor  potencial. É só  através  de  toda  essa  transformação  interior - que  ninguém  vê,  porque  ninguém  vê  a  semente  brotando -, é que  você  pode  ser  a  flor  que  você é.

Nós  sabemos  que  vocês  ainda  não  são  capazes de  agradecer  pelos  problemas .  Mas  os  problemas são  como  fertilizantes, adubos  colocados  nessa  terra  para  que  você  cresça  ainda  mais  rápido,  para  que  você encontre  a  sua  luz com  ainda  mais  beleza, com  ainda  mais  força.

O  nosso  incentivo, a força  espiritual é tocar  o  interior  de  cada  um. 
O  nosso  serviço,  na  sintonia  da  Grande  Fraternidade  Branca, é  tocar  o  seu  interior  para  que  você  seja,  na  sua  luz,  na  sua  individualidade,  na  sua  beleza,  na  sua  vida, uma  grande  flor .
O  nosso  trabalho  é  no  seu  interior.
O nosso  trabalho  é  um  despertar  da  alma, é  um  despertar  de  cada  um  de  vocês.

Nós não  queremos  pessoas  iguais  no  mundo.
A  beleza  do  outro  não  serve  para  você.
Você  tem  a  sua  beleza, a  sua  individualidade,  o  seu  caminho. E  é  por  aí  que  se  manifesta  a  sua  maestria.
Você  não  precisa  se  comparar  com  mais  ninguém.
A sua  beleza, a sua  força, o  seu  talento  é  único. 
E  ele  serve  a  você.
E  você serve a  quem  você  escolher  servir.

Existem almas  brilhantes, inteligentes e que,  nesta  vida, escolheram  não  servir  a  ninguém.
E  assim é,  porque  nesta Terra  a  lei  do  livre  arbítrio  é  uma  realidade. 
Você  pode  manifestar  a  sua  flor  e  se  guardar  dentro daquela  pequena  vida  que  você  escolheu para  si  mesmo.
Ou  você  pode  estar  com  as  pessoas  e  com  o  mundo, se sujeitando  às  experiências,  novas  experiências  que  virão .

Tudo  é  uma  escolha . 
Tudo  é  um  movimento  que  vem  de  dentro  para  fora.
Todos  os  momentos  são  importantes,  todo  o  movimento  interior,  no  desabrochar  da  sua  consciência,  é  muito  importante.
E  as  provas  são  a  vida, e  você é quem  escolhe como  viver. 

Meus amados,  a  serviço  da  Fraternidade  Branca e do nosso amado Mestre Saint Germain, eu sou Mestra Pórtia.
E sou  aquilo  que  vocês  conhecem  como  uma  consorte. 
É um  papel de ajudar  a  manifestação da chama  maior do Mestre.
É  um  serviço, é uma  função, onde  eu  me  sinto ganhando  muito  mais, recebendo  muito  mais  do  que  eu  dou.
Porque  a  minha  doação se  mistura  à  luz  do  amor  que  eu recebo.

Quero,  com  as  minhas  palavras,  incentivar  vocês a aprenderem a  convivência  com  os  demais.
Quanto  mais  você está  disponível  ao  outro, sabendo  da  sua  individualidade,  da  sua  beleza,  do  seu  caminho,  sem  carregar  tantas  dores, mais  útil  você  será.
E eu  sinto  um  extremo  prazer em  poder  ser  útil, em  poder  servir.

Olhem  para  a  vida  de  vocês  como  uma  grande bênção, como  uma  grande  lição, como  um  livro  de  luz, onde  as páginas  são  escritas pela  sua escolha.

Meus amados, vivam  a  vida  como  um  grande  presente. 
Aproveitem  cada  momento  para  o  seu despertar.
Nascer de uma  forma, e morrer de  outra é  a  benção  dessa  caminhada. 
Felizes  são  aqueles  que  se  iluminam  ao  longo  da  existência . 

Nesse  momento,  pense  em  você  mesmo,  pense  na  sua  família, no  aprendizado  que  você  teve  no  seu  berço, na  pessoa  que  você  se  tornou, na  pessoa  que  você é agora.
Reconheça o quanto você caminhou, o quanto  a  sua  alma  brilha, o  quanto  o  seu  coração se expande  em  amor e luz. 
E frente a isso, manifeste, assim  como  eu  faço  neste  momento, a gratidão. Namastê.  





  





__________________________________________________________________________
Data: 07/06/2019
Canal: Maria Silvia P. Orlovas
Colaboração: Francisca Motta

Não haverá mais a publicação do áudio. 

Canalizações comentadas e com áudio no canal da Maria Silvia Orlovas, no Youtube 

__________________________________________________________________________