quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Você é o rei do seu mundo












 Áudio








Você é o rei do seu mundo, seja um bom rei.
Os reis, muitas vezes, gostariam de deixar de ser reis para viver como uma pessoa normal, com uma vida mais fácil, sem tantas obrigações, sem tantos compromissos.
Mas ainda que esse pensamento possa flutuar e vir na cabeça de um rei, ele nunca deixará de ser rei. Porque ali é o seu mundo, ali é a sua vida, ali é a sua obra, ali é o seu caminho.

Quanto mais tempo você deixar que outros dirijam a sua vida, que outros sejam responsabilizados pela sua tristeza, pela sua dor ou pelo seu sucesso, mais distante você estará da liberdade espiritual. Ser rei do seu mundo significa assumir a responsabilidade de, todos os dias, fazer escolhas.
Ser rei do seu mundo significa trabalhar duramente pelos seus propósitos, comprometido com a sua fé, comprometido com os seus objetivos, mas sem sofrer.
Porque, quando você assume o seu compromisso, o sofrimento deixa de existir.

O sofrimento é um estado entre duas situações: você sofre pelo futuro, você sofre pelo passado. Você sofre pelos desejos, você sofre pelo que foi, você sofre pelo que gostaria que tivesse acontecido.
Quando você assume o seu presente, o seu real momento, você deixa de sofrer, porque você passa a agir.
E esse é o momento do rei: quando o rei deixa de pensar que gostaria que outras pessoas fizessem o trabalho duro, quando o rei deixa de pensar que queria ser um simples mortal e andar por aí sem rumos e assume a sua função de rei, ele deixa de sofrer. Deixa de se gastar em ambição. Deixa de ser perder com ideias que não sejam aquelas abençoadas pela sua escolha, pela sua alma.

Você é o rei do seu mundo.
Você carrega o seu manto sagrado, você é capaz de olhar o seu mundo, você é capaz de fazer as suas escolhas, você é capaz de seguir em frente.
Não tema.
O seu mundo é o lugar perfeito para você viver.
O seu mundo é onde você assumiu seu poder, onde você faz as suas curas, onde você é mais você.
Onde você não precisa agradar ninguém senão a si mesmo.
Onde o maior amor que você tem é por você mesmo.
Porque, quando você se ama, os outros naturalmente receberão o seu amor; se fortaleça no seu amor, se fortaleça na sua luz, busque a sua integridade, assuma o seu reinado.

Vocês são reis e rainhas do seu mundo!
Assumir o seu poder pessoal é o primeiro passo da libertação.
Nós esperamos por isso.
Nós esperamos que cada homem, que cada mulher, assuma o poder do seu Eu Sou.
Assumindo o seu poder, a sua vida se transforma.

Nesse momento, olhe para sua vida, para o momento que você vive: seu trabalho, sua casa, sua família, seu propósito de vida deste momento.
E veja em cada parte da sua vida o seu melhor acontecendo: família em harmonia, amor em harmonia, negócios, trabalho em harmonia, relacionamentos em harmonia, saúde em harmonia, felicidade em abundância, prosperidade, saúde, beleza, paz.
Esse é o seu manto, essa é a sua coroa, esse é o seu cetro, esse é o seu poder!

E eu sou Saint Germain, colocando toda essa força, essa luz, esse poder e essa glória nas suas mãos.
Você está a seu próprio serviço.
Aquilo que você pensa, se manifesta.
Aquilo que você sente, prospera e vibra na sua vida.
Aquilo que você teme, e que tenta fugir, está nos seus pensamentos e deve ser tratado e curado.
Porque aquilo que você pensa, é o que se manifesta.
Escolha o que pensar.
Vista o manto do grande rei, da grande rainha.
Nesse momento, veja a coroa na sua cabeça: uma coroa de luz, de amor, de poder pessoal e deixe essa coroa se assentar em você.
Assuma o seu poder, a sua saúde, a sua glória.
Porque é assim que deve ser, e assim será!

Recebam minhas bençãos e minha luz e sigam com este trabalho abençoado de levar o conhecimento, de levar a Divina Presença Eu Sou e o despertar a milhares de almas.

A espiritualidade está tomando conta, vocês não têm o que temer quando vivem o grande Deus, o grande rei do coração.

Bençãos e luz, sigam em paz!


  
__________________________________________________________________________
Data:18/01/2019
Canal: Maria Silvia P. Orlovas
Colaboração: Francisca Motta


__________________________________________________________________________









Nenhum comentário :

Postar um comentário