quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Canalização - Quem é o seu Pai?

Imagem: Cláudio Gianfardoni

Nome Chave: Quem é o seu Pai?
Mestre: Hilarion
Data: 19/10/2011
Local: Espaço Alpha Lux
Canal: Maria Silvia P Orlovas
Áudio: Quem é o seu Pai? (mp3) - Clique aqui


Quem é o seu Pai?

            Um dia uma criança perguntou: “Pai eu quero ver a Sua face!”. Nós perguntamos a vocês: Qual é a face do seu pai? Quem é o seu pai? No sentido espiritual, quem é o seu Pai? O que Ele representa para você? É aquele te supre das suas necessidades? Que oferece a você os seus mimos? Aquele que te aponta os defeitos?
Quem é o seu Pai? Você reconhece dentro de você o amor de pai, o amor pelo Pai?
O contato com os seres de luz, com o Divino, com o espiritual, com Deus se faz através da regra do amor.
Nós admiramos os sentimentos ruins das pessoas quando elas dizem que se sentem ‘órfãs’, quando elas se sentem solitárias, distanciadas do Pai. Será que elas sabem qual é a face do Pai? Ou será que ao longo de suas vidas se machucaram e se prenderam a uma face negativa do Pai? Ou ainda se comportam como crianças mimadas quando têm os seus desejos negados, se rebelam contra o Pai e dizem que não o tem?
Quem são vocês? Quem são vocês? Quem é o seu Pai? Busquem dentro do coração, dentro do peito o sentimento do amor pelo Pai. Façam isso nesse momento.
Se vocês têm filhos, nesse momento, pensem nos seus filhos. Se conectem com o grande amor que vocês sentem pelos seus filhos quando eles eram bebes e mesmo hoje, o que você é capaz de fazer por seu filho? O que você sentiria se acaso não tivesse mais o seu filho por perto?
Busque compreender o sentimento do amor do Pai, porque a face do Pai e o amor do Pai é esse mesmo sentimento elevado a infinitas potencias.
Vocês são amados pelo Pai quando se perdem em suas vidas. Vocês são amados pelo Pai quando fracassam. Vocês são amados pelo Pai quando encontram sucesso em suas empreitadas. Vocês são amados pelo Pai quando caminham e quando param...
Pai, o sentimento maior do Pai está com vocês em todos os passos de suas vidas, mas isso não significa que todos os seus desejos serão atendidos. Os desejos vêem da sua mente, da construção mental daquilo que você é, não vem da sua alma.
Nem todos os seus desejos acontecerão como vocês imaginam, como vocês esperam, mas isso não quer dizer que vocês não são profundamente amados, isso não quer dizer que vocês não têm Pai. Lembrem-se dos seus filhos; muitas vezes vocês dizem ‘não’ aos seus filhos, porque estão educando, porque estão ensinando aos seus filhos as regras, os limites. Essas regras e esses limites existem em todos os planos de consciência, tanto no mundo objetivo, no mundo material, quanto no mundo espiritual.
As regras e objetivos estão em todas as situações da vida e as regras existem para facilitar, para ajudar vocês a circularem, compreenderem, trocarem com as pessoas.
Um rio não se tornaria caudaloso se ele não fosse limitado por suas margens. A água se perderia, inundaria planícies e aquele fluxo que alimenta tantas propriedades e represas não iria se formar.
Compreendam as limitações como uma estruturação da sua própria força, da sua natureza e não uma falta de amor.
Quando a vida lhe diz ‘não’, muitas vezes lhe diz ‘não’, apenas busque um caminho mais fácil. Procurem aceitar o ‘não’ ainda que seja por um tempo. Aceitem o ‘não’ e, então, abram a energia e se direcionem para novas empreitadas.
O mundo funciona em cima de muitas regras. Às vezes vocês olham a sua vida, analisam a sua estória, pensam, observam e acham que algumas situações de sofrimento e de dor não têm explicação, que vocês não merecem passar por injustiças que estão enfrentando, por necessidades que estão enfrentando e talvez para os olhos do mundo objetivo e para esta encarnação isso seja real, porém o Pai está acima desta vida e acima de muitas vidas.
O Pai é com vocês como vocês são com seus filhos, quando em muitos momentos param e apenas observam. Vocês não impedem a criança de andar, de se sujar, de engatinhar, de cair, porque vocês sabem que faz parte do aprendizado daquele ser passar por todas essas situações. Vocês não ficam, também, o tempo inteiro carregando, amassando, abraçando e beijando os seus filhos, porque vocês querem que eles cresçam, se expandam, descubram a sua identidade, descubram a sua força, descubram a sua luz.
Deus faz assim com vocês. Ele não os abandona, Ele os solta. Deus não abandona ninguém, Meus filhos.
Deus permite que vocês vivam nesta vida as experiências que são necessárias para o seu aprendizado.
Deus não os castiga, nem os insulta, nem os maltrata. Deus muitas vezes observa o sofrimento, porque sabe que desse sofrimento o filho sairá melhor. Vocês são muito amados.
Muitas doenças que vocês têm são causadas pelo ego que não tem os seus desejos aceitos.
Eu Sirvo à Chama Verde, porque a verdade e a compreensão da verdade têm um poder enorme de cura e de fortalecimento.
Quantas e quantas doenças são causadas por abusos e incompreensão de vocês mesmos.
Compreender a vida e respeitar cada momento como único de sua existência, portanto importantíssimo, é fundamental.
Eu Sou Hilarion e ofereço a Minha energia de amor e cura a vocês.
Sejam verdadeiros com vocês. Sejam profundamente honestos com vocês. Essa honestidade, essa integridade de vocês com vocês mesmos os protegerá de todos os percursos da caminhada terrena, porque assim como o rio, vocês terão sempre as suas margens, os seus limites lapidados sempre por muitas pedras. Vocês terão o seu leito salpicado de declives do relevo, mas ainda assim, permita que flua do coração e do sentimento maior, a água límpida do amor e da luz que os conecta ao Pai.
Recebam Minhas bênçãos e Meu amor. Sigam em paz! 

Nenhum comentário :

Postar um comentário