sexta-feira, 26 de abril de 2013

Wesak a luz da noite!


Estava pensando no Wesak e resolvi procurar em meus arquivos alguma mensagem sobre o assunto, e encontrei esta canalização de Mestre Kuthumi, e resolvi compartilhar com vocês.
Quem sabe vocês se inspiram e resolvem comemorar em suas casas também?
Aproveitem as noites de lua Cheia!


O Wesak é a luz da noite. É um simbolismo usado pra mostrar que quando a noite é muito escura, a lua iluminada pelo sol se mostra forte. Ela renasce, encorpa e finalmente se mostra cheia no céu, trazendo direcionamento para aqueles que caminhavam através das noites escuras procurando encontrar o seu “Eu”, sua luz Divina, força e poder.

Nos tempos antigos, os peregrinos impunham a si mesmos diversos desafios. Eles escalavam montanhas, passavam dias com escassas provisões, sem ter um lugar para dormir (muitas vezes pernoitando em acampamentos, em cavernas sombrias), comendo apenas aquilo que encontravam, ou se servindo da bondade daqueles que os acolhiam. Muitas vezes eram os pobres que compartilhavam com eles a sua pouca ração.
Quem são os peregrinos de hoje? Quem são os homens que se sujeitam às condições difíceis para encontrar Deus? Quem são aqueles que enfrentam as pedras ásperas e se esforçam no caminho espiritual? Quem são aqueles que deixam para trás o conforto de suas casas, os mimos dos entes queridos e se lançam na jornada da vida?

Muitos de vocês neste momento devem estar pensando que não fazem parte desse grupo, porque vocês se beneficiam dos mimos, porque vocês têm uma boa cama, pessoas que amam vocês, condições de se fartar em uma boa mesa e escolher o que comer, e até comer em excesso porque se deixam levar pelos prazeres do paladar... Então, se vocês não são os peregrinos, quem são? Alguns poucos que ainda nos dias de hoje escalam montanhas em busca de Deus?
Quem são os peregrinos?
Quem são aqueles que ainda buscam Deus, que querem amar o Pai, descobrir o Divino e superar as suas limitações?
Será que são aqueles que tomam um avião e se lançam a visitar um lugar sagrado?
Aqueles que vão às Catedrais e nas Igrejas e com suas máquinas fotográficas poderosas captam as imagens?
Será que os peregrinos são esses?
Quem são os peregrinos? Será que não existem mais peregrinos?

Amados filhos, os peregrinos são vocês que mesmo em suas camas mimadas, e em suas mesas fartas continuam buscando a melhoria pessoal. Continuam, quando passam pelas desavenças, tentando se melhorar, progredir, aprender, perdoar, se enganando, muitas vezes, quando buscam o afeto de um homem ou de uma mulher, acreditando que ali encontrarão o esperado ninho de amor. Neste encontro pode ser que vocês encontrem mais mimos, mais sucesso nos desejos sensuais e até o amor, mas o movimento mais profundo dessa viagem dos peregrinos está no coração; quando em todas as situações que vocês enfrentam, mergulham dentro de si mesmos e buscam a compreensão, a melhoria, e conexão com Deus. 
Vocês são os peregrinos!

As montanhas altas, os cumes nevados, as misérias, a pouca ração, o frio do desafeto está o tempo inteiro com vocês. Não são poucas as vezes que o homem da atualidade enfrenta a escassez. Talvez não seja o caso de vocês de enfrentar a escassez do alimento, mas a escassez está o tempo inteiro dentro e fora de vocês: na falta de compreensão, na falta de afeto, na falta do silêncio, na falta da profundidade e compreensão. Vocês são os peregrinos.
São vocês que dormindo em camas quentes, e vivendo relações mimadas, e viciosas exigem da vida, porque se sentem mal amados, mal compreendidos. É como se a vida muitas vezes apresentasse para vocês espinhos, para vocês desejarem logo encontrar um lugar sagrado e especial.
Vocês são os peregrinos, e o lugar sagrado é o Eu Sou de cada um.
Este Eu Sou, é a fonte do amor, a fonte do alimento, a fonte da compreensão, a fonte da paz, porque um dia, quando vocês desencarnarem, e assim será com todos, será aquilo que têm no coração que levarão com vocês. É esse conforto que carregarão consigo.

Arte - Claudio Gianfardoni
Vocês são renunciantes e não sabem, porque por mais riqueza que construam nesta vida, no momento da passagem nada restará. Nem o afeto com as pessoas, nem as relações, nem o dinheiro, nem as roupas, nem os seus estudos, seus cursos, suas graduações...
Nada!
Restará apenas você, e esse bem estar no seu coração. É só isso que você leva e isso é tudo.
Respeitem o seu templo sagrado.
Cuidem de vocês mesmos. Compreendam a selva que os cerca, compreendam os picos nevados, as correntes escorregadias. Compreendam a escassez de recursos, porque se nos tempos antigos homens iam até lugares especiais para encontrar Deus, sempre eram levados a se despojar de tudo aquilo que carregavam consigo, e na exaustão da escalada das montanhas eles descobriam que estavam em busca desseDeus; esse Deus do seu coração.
Vocês são os peregrinos!
A serviço da Chama Amarela a qual Eu sirvo, Eu Sou Kutumi, e abençôo vocês com a minha energia de amor, paz e sabedoria.
Que o estado do Buda, que é a elevação da consciência, se manifeste em amor e luz em cada um de vocês.
O Buda não foi apenas Sidharta Gautama, “O Grande Príncipe”. Buda é um estado de iluminação, a consciência elevada, alcançada por aqueles que conseguiram chegar a essa comunhão de graça e amor.
Todos vocês podem se iluminar, e devem fazê-lo todos os dias, não apenas em momentos especiais.
O Wesak, como um estado de iluminação deve ser a busca diária.
Tenham amor, tenham luz, tenham paz.




Na próxima quarta-feira dia 1 de maio, feriado, ainda na Lua Cheia em Touro, na qual se comemora o Wesak, teremos uma comemoração especial em Alpha Lux.
O evento terá início às 20:00 com direito a mantras, orações especiais, meditação e canalização ao vivo.


Venha usando uma roupa branca e trazendo muito amor no coração!
Participação mensal: R$120,00
Avulso: R$50,00

MS

13 comentários :

  1. Minha querida,
    Adorei encontrar esse texto.
    Um verdadeiro alimento.

    Beijos da MS

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso! E veio no momento certo para mim.
    Muito obrigada por postar essa mensagem tão esclarecedora, tão linda, e que me trouxe tanta Luz.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena,

      Fico feliz com a nossa sintonia.
      Que bom poder ajudar.

      Beijos e felicidades,

      MS

      Excluir
  3. Wesak: para nos lembrar que não existe escuridão que sempre dure...Linda energia. Gratidão. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Vanessa,

      A luz e a escuridão estão dentro de nós.

      Beijos querida,

      MS

      Excluir
  4. Maria Silvia querida, eu me lembro dessa canalização.
    Que delícia relê-la!
    Tanto aconteceu neste tempo! E as palavras fazem ainda mais sentido.

    Só uma parte me intrigou um pouco:
    "no momento da passagem nada restará. Nem o afeto com as pessoas... nem os seus estudos, seus cursos, suas graduações... "

    Deve-se entender este trecho no sentido literal?
    Depende do plano de ascensão?
    Conhecemos almas que foram médicos quando encarnados e que continuam ajudando os encarnados como médicos, através de médiuns. É porque no coração dessas almas, elas sempre quiseram ajudar as pessoas e diminuir o sofrimento humano?

    Muito obrigada sempre!!!
    Gratidão imensurável!
    Namastê!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga você não disse o seu nome,

      Penso que a mensagem se refere a desapego.
      Carregamos conosco apenas aquilo que pensamos a respeito da nossa vida, acho que mesmo o amor dar pessoas pode ficar para trás se não reconhecemos como amor.
      Nós é que limitamos ou expandimos aquilo que o mundo nos oferece.

      Esta mensagem é de maio de 2009.

      Beijo da MS

      Excluir
    2. Maria Silvia querida, prefiro o anonimato, mas com muito amor sempre!
      Um tanto de timidez talvez, heheh! Não repare.

      Muito obrigada pela resposta, Maria Silvia!!
      Esse assunto continua um tanto enigmático para mim. Preciso de muito estudo e orientação ainda! :)
      Entendo que podem haver circunstâncias de passagens em que nada reste, mas muitas vezes o amor perdura, não? Tendo sempre sido muito reconhecido.

      Imagino também que deve haver um momento em que a alma se despoja de tudo, tudo para abraçar um amor mais expandido, mais universal, isto é, NÃO o amor romântico dirigido exclusivamente a outra alma do gênero oposto ou só a familiares. Estou certa?

      Médiuns de cura frequentemente canalizam almas que já foram médicos em outras encarnações... Parece que o fato de já terem sido médicos é importante para o que fazem como almas (junto aos médiuns)...
      Enfim, todo aprendizado prévio é importante, mas títulos, graduações e status social pouco importam, não é isso?

      Puxa, 2009! Engraçado pensar no que eu estava fazendo em maio de 2009!
      O tempo correu!!!
      E coisas que eu dificilmente imaginaria possíveis aconteceram.
      Muito obrigada sempre por ser este canal de luz tão especial! Faz toda diferença em minha vida!
      Gratidão imensurável a você e aos Mestres! ♥
      O amor, o carinho, a paciência, a sabedoria deles sempre me comove! É um bálsamo!

      Muito obrigada pelos seus esclarecimentos e sua paciência!!! ♥
      Abraço carinhoso!

      Excluir
  5. Ah, esqueci de perguntar, Maria Sílvia, você tem a informação de quando canalizou esta mensagem?
    Fiquei curiosa porque às vezes perco a noção da passagem do tempo, mas me lembro bem dessa canalização!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ah, sim, e percebemos que muitas vezes os afetos perduram além do momento da passagem, apesar de nem sempre termos permissão de termos informações ou zelarmos por aqueles seres amados que deixamos...

    Muito obrigada de novo!!!
    Meu comentário saiu às prestações, heheh!
    Beijos, namastê!

    ResponderExcluir