sábado, 10 de agosto de 2013

Stress necessário



Ontem antes de começar os Sintoniazadores de Luz, que acontece toda sexta das 15:00 às 18:00, o grupo se reuniu para mais uma harmonização. Uma oração, uma conversa antes de cada um assumir a função de atender as pessoas com o passe. 
Nesses momentos tão especiais, cada participante é convidado a tirar uma carta do Tarot para antes de olhar o outro, olhar para si mesmo.
O que é fundamental. E foi no grupo que surgiu a inspiração para este post.
Obrigada queridos colaboradores. 


Precisamos olhar o outro com carinho. Tentar ajudar naquilo que podemos, mas antes de sentir o outro, de tentar canalizar uma boa energia para alguém precisamos observar qual é a nossa energia. O que está nos dominando.
Por que os nossos pensamentos, sentimentos, emoções costumam nos dominar.
Pode até ser que a gente não queira. 
Pode ser que desejemos uma vida diferente, e facilidades, mas aquilo que está vibrando em nós contamina para o bem, ou para o mal o ambiente à nossa volta.



Queremos paz. Queremos coisas boas na vida. Mas é fato que nem tudo é como a gente quer. 
É fato que em alguns momentos os desafios são grandes, que estamos cansados, stressados, contrariados.
Faz parte da vida os desafios. E por mais chato que seja se deparar com isso, o stress, o desafio muitas vezes é imprescindível para o crescimento. Para tirar a gente do conforto, para nos fazer mudar.
A mudança é necessária, fundamental.
A vida precisa dessa expansão. E nós precisamos por a mão na massa.


Mudar não é fácil, por que temos medo do que não conheçemos, de perder coisas, de não dar certo, e até de magoar as pessoas.
Conheço gente que tem mil possibilidades na cabeça, que tem um milhão de sonhos, que é inteligente, mas que não coloca suas idéias em pratica. E aí as intenções, ficam apenas no plano das idéias.  E tudo se perde.
Concordo que a vida não é fácil, que as vezes trabalhamos arduamente em coisas sem muito sentido, que podemos nos sentir meio desmotivados, e infelizes, e até perdendo tempo. Mas como dizem os mentores, " sempre tem algum pó quando caminhamos".


Percebo que os desafios vem para a gente crescer. Para nos incentivar a fazer escolhas, assumir um novo posicionamento, aprender ser mais humilde, e até dar um passinho atrás quando necessário. 
Já há algum tempo, com muita tranqüilidade assumo quando percebo um desvio na rota, quando se faz necessário dar um passo atrás. 
Admito os erros sem problemas, e com verdadeira vontade de acertar me disponho fazer diferente.
Mas tenho certeza absoluta que não é fácil assumir erros, por que não somos humildes.
Queremos ser felizes, e ter razão sempre!


Somos como crianças à espera de elogios. Fazendo nossas "artes" querendo que os outros gostem de nós. E quando isso não acontece, quando não nos sentimos queridos, aceitos, recompensados, ficamos emburrados, nos fechamos, e criamos resistência à mudança. Por isso vem o stress, rompimentos, e todo tipo de fechamento de oportunidades, sem que tenhamos qualquer chance de lutar contra.
Somos vencidos! Para não dizer que perdemos...
Para lidar com a vida com mais harmonia, com mais amor, e com mais felicidade precisamos nos tornar mais humildes e sábios ao mesmo tempo.
Humildes para aceitar, e sábios para continuar.

E vamos na luz!
Lembrando que próximo sábado dia 17 de agosto temos Workshop em Sintonia com a Chama Verde Água, limpeza do corpo sutil, memórias do inconsciente, e muito mais.

Beijos e bom final de semana,

MS






21 comentários :

  1. Pior...tudo verdade! E as nuances...deixar para trás e aceitar que as coisas não foram do jeito que você acreditava, que as pessoas também tiveram as suas falhas!
    Percebo que hoje aceito muito mais os erros, mas ainda sim o comportamento novo não está sempre disponível!
    Stress...as vezes queremos também nos fornecer tempo, e as pessoas nos cobrando! Não existe coisa mais chata do que a cobrança! Ela é sempre egoísta, da nossa parte e dos outros! Sem falar que coisas feitas através da cobrança não são espontâneas!
    Concordo plenamente com você e estava refletindo sobre isso, e vou aproveitar para pensar mais profundamente!Vou reler de novo o post!
    Bom fim de semana!
    Namastê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thalita,

      Você sempre na sintonia.
      Isso mesmo, nem sempre conseguimos praticar. Mas a vida sempre vai nos ajudar colocando outros testes...
      Então vamos na luz.

      Beijos,

      MS

      Excluir
  2. Coincidência? Não. O universo vem repetidamente me guiando para uma nova trilha...Difícil arte de se deixar ir a massa "cimentosa" que criei, mas com ajuda, com idas e vindas, chego lá!

    ResponderExcluir
  3. Sara,

    Coragem.
    Quando temos essa consciência de que precisamos mudar, já estamos mudando.

    Beijo da MS

    ResponderExcluir
  4. Muito boas reflexões MS, acho até que a canalização da mãe Maria:"A restrição também é Deus", complementa este post. Aprendi com você e com os Mestres a observar a minha energia e o que estou oferecendo a mim e aos outros. Complementando o seu post, essa semana ouvindo uma mensagem do Pde.Fabio, ele faz uma reflexão de que as pessoas estão despreparadas para o sofrimento, para as derrotas para viver de certa forma, que estamos entregando os pontos muito facilmente e nas cartas que ele lia, muitas pessoas reclamando da vida e questionando o padre sobre o que nos falta! Nos falta Deus diz ele, precisamos olhar para dentro e termos mais profundidade.

    "Queremos paz. Queremos coisas boas na vida. Mas é fato que nem tudo é como a gente quer.
    É fato que em alguns momentos os desafios são grandes, que estamos cansados, stressados, contrariados."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Guilherme,
      Você sempre em sintonia.
      Muito bom ver seus comentários.
      Concordo com o padre Fábio. Falta Deus.

      Beijos e bom final de semana.

      MS

      Excluir
  5. Querida Maria Silvia,

    Adorei a reflexao, linda profunda e verdadeira.....como resistimos a mudanca por vaidades e egoismo!


    Bjs
    Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Silvana,

      Menos egoísmo, mais amor!

      Beijos querida,

      MS

      Excluir
  6. um dos meus maiores desafios e aceitar as coisas e pessoas como elas se apresentam. deixar as coisas fluírem e ótimo para a paz interior. como MS diz, a nossa única segurança e a nossa fé. a vida e movimento, tira a gente do conforto. viemos para evoluir, para amar.
    Adorei o desenho da Paola. adoro desenhos de crianca. já fiz uns 4 quadros de desenhos de minha filha de 7 anos.
    estar no mundo e além do mundo e um dos meus mangras favoritos. Bjs vamos no amor com aceitação e menos resistência, Tati fpolis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati,

      Vou contar para Paola que você elogiou o desenho dela. Ela vai ficar feliz!

      Um beijo da MS

      Excluir
  7. Muito profundo o post, confesso que reli algumas vezes para senti-lo melhor e poder refletir mais nas tuas palavras ..temos dificuldade de lidar com as nuances da vida, principalmente naquelas em que devemos enfrentar as dificuldades e entender o lado dificil das coisas, muitas pessoas se perdem nesse trajeto...acreditando serem incapazes de mudar e seguir para frente, mas toda esta carga, acredito que nao faria sentido nossa existência, pois mudar a paisagem das coisas para algo melhor faz parte do nosso crescimento e evolução.. com isso vem os passos que damos para frente..como bem colocado por você, daí surge o aprendizado de sermos resilientes, aceitando o que nao podemos mudar, mas tendo força, coragem e esperança para seguir em frente por novos dias melhores e mais felizes...Geralmente me policio muito e quando percebo os dramas que faço diante de algum resultado indesejado faço o exercício de parar, refletir e resolver, me incomada estar com a mente agitada com problemas e me permitindo soltá-los, compreende-los sob um aspecto novo, tudo fica bem e em paz... “humildade para aceitar e sabedoria para continuar” muito obrigada pelas palavras Maria Silvia .. aproveitando quero parabeniza-la e agradecer por todas as belas imagens que ilustram todos os post..elas também tocam a gente.. grande beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yasmine,

      Fiquei emocionada com o seu comentário, pois ler e reler o texto mostra o quanto você está dedicada a compreender a mensagem.
      Que Deus te ilumine,

      Beijos da MS

      Excluir
  8. Nossa como bateu bem esse post pra mim. Ontem mesmo aconteceu uma coisa comigo que me fez pensar em como ainda infelizmente mesmo depois de tanto estudo conservo dentro do meu ser. Pensar e agir sempre em função do que os outros vão falar e julgar.Fiz um drama terrível em uma situação e se tivesse levado na flauta me pouparia de stress e de me julgar. Tudo acabou melhor do que eu pensava. Falta me assumir,assumir meu jeito, se vão gostar ou não paciência.Esse negócio de pensar no que os outros vão falar não está com nada, só que nossa mente é muita severa, cobra muito, é a luta diária de melhorar.Outra coisa, também tenho um milhão de sonhos, muitas possibilidades na cabeça, me considero uma pessoa inteligente, só que na hora H não sai nada.Pelo menos de uma coisa eu não desisto:Melhorar sempre e ainda mais espiritualmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Leda,

      Que bom que está vindo esse aprendizado.
      As lições vem para a gente superar.
      Muita luz amiga,

      Beijo da MS

      Excluir
  9. Acredito que sua fala sobre trabalhar arduamente em coisas sem sentido que nos deixa desmotivado e com aquela sensação de que estamos perdendo tempo reverbera muito no meu ser...Quantas vezes me perguntei o que estou fazendo aqui ou pra onde essa estrada está me levando? Por que será que é tão dificil apenas viver? sem querer ver sentido ou sem querer ver o final da estrada? Confesso que ainda não aprendi a apenas viver o presente sem ficar questionando ou pensando muito sobre o assunto...também concordo que mudanças não são fáceis, principalmente quando se trata de mudar uma situação da qual vc considerava boa..e aí de novo vvem a pergunta: por que? porque da mudança? pra que rumo essa mudança vai me levar?Sinto que a vida é um contínuo de interrogações, cujas respostas nem sempre nos cabe saber nesse momento, nessa encarnação..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa,

      Coragem querida.
      A vida não vem pronta, e muitas vezes a gente não tem mesmo o domínio.
      Porém nada acontece ao acaso. As vezes a gente tem apenas que olhar a paisagem...
      Mudar a energia ainda antes de conseguir mudar o pensamento racional.

      Vamos na luz.

      beijos linda,

      MS

      Excluir
  10. Que delicia de poste.. Adorei.. tks.,bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ameio o texto Maria Silva! Estou lendo todos os posts , pois quero muitooooooooo te conhecer e me conhecer através da terapia de vida passadas e dos mestres, muito obrigada e muita luz Kelem

      Excluir
  11. Ameio o texto Maria Silva! Estou lendo todos os posts , pois quero muitooooooooo te conhecer e me conhecer através da terapia de vida passadas e dos mestres, muito obrigada e muita luz Kelem

    ResponderExcluir
  12. Texto muito legal e verdadeiro. Mudar é uma das coisas mais difíceis porém qdo se consegue é ter a certeza de que qdo se tem boa vontade o universo conspira a nosso favor...o que mais falta noa humanidade é humildade de perceber que se precisa mudar e que nem sempre estamos certos...que venham os stresses necessários para que possamos enxergar mudanças e sairmos de nós mesmos...Bjs, Lidia

    ResponderExcluir
  13. Verdade... Nesta ânsia de que, as pessoas que nos amam, aceitem nossa "criança interior", muitas vezes nos fechamos e perdemos a oportunidade de crescer, perdemos oportunidades de passar por situações necessárias às quais nos propusemos originalmente... Percebo, cada vez mais, a necessidade de observarmo-nos e consequentemente, observarmos mais as pessoas de nossa convivência. Acredito que esta possibilidade interna e espiritual nos leve à contemplação de nosso estado interior e das pessoas ao nosso redor... E desta forma, com condutas mais flexibilizadas, podemos verdadeiramente evoluir.

    ResponderExcluir